Com pouco menos do que R$ 200 mil para suas campanhas à prefeito de Porto Velho, os candidatos Ramon Cujuí (PT) e Vinícius Miguel (Cidadania) vão ter que apelar para a vaquinha eleitoral, para angariar  fundos para manter uma campanha razoável para enfrentar os candidatos mais ricos.

Uma agência de publicidade cobrou R$ 500 mil para fazer a campanha de um destes candidatos. Quase o triplo do que vão receber de verba do fundo partidário. O PT de Cujuí, por exemplo, vai destinar apenas 127 mil para a campanha dele. Embora tenha o segundo maior quinhão do fundo, o PT vai financiar a campanha de 3.500 candidatos a prefeitos em todo o Brasil.

Leia mais sobre as eleições 2020 na Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

Facebook Comments