O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que, diante do novo diretório nacional do PT, a orientação é que nas eleições deste ano o partido deva ter candidatos próprios no maior número possível de cidades importantes do país.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, em conversas reservadas com dirigentes do partido, Lula tem dito que se dá por satisfeito se o PT encabeçar as chapas em dez cidades. São elas: Salvador, São São Paulo, Belo Horizonte, Fortaleza, Manaus, Teresina, Aracaju, Natal e Cuiabá.

Rio de Janeiro, onde o partido negocia com o PSOL de Marcelo Freixo, e Porto Alegre, que tem Manuela d’Ávila (PCdoB) como principal nome da esquerda, não estão na lista do ex-presidente, de acordo com a publicação.

De acordo com lideranças petistas, o discurso de Lula sobre o maior número possível de candidaturas tem como alvo a base petista e caráter estratégico. O ex-presidente não quer que o partido entregue “barato” o apoio a aliados em cidades tão importantes quanto Rio e Porto Alegre.

Facebook Comments