O caso aconteceu na madrugada desta terça-feira (15), durante uma discussão do casal  num imóvel  localizado dentro do  Residencial Gardênia, no Bairro Novo, na margem  direita da BR-364,  sentido Candeias do Jamari.

De acordo com a versão do policial, sua esposa,  Manuela Melo de Santana, estava discutido com ele sobre problemas do casal quando ela foi até o quarto e se apossou da arma que o PM  usa em serviço, uma pistola .40 pertencente ao acervo da Polícia Militar.

Apesar de seus apelos para que a mulher não cometesse suicídio, e também de tentativas para reaver a arma, ela acabou efetuando um tiro na própria cabeça.

O policial chamou a PM e uma equipe do Samu, mas a mulher já estava morta.

O local foi períciado e a arma, apreendida. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal.

Fonte: Tudorondonia

Facebook Comments