Hildon Chaves
Hildon Chaves: saúde Porto Velho deplorável
Hildon Chaves: saúde Porto Velho deplorável

A deplorável situação da saúde pública em Porto Velho precisa de medidas enérgicas e imediatas para que possa atender com um mínimo de dignidade o cidadão. A opinião é do candidato a prefeito vencedor do primeiro turno, Hildon Chaves (PSDB), para quem o deficiente atendimento passa pela falta de estruturas adequadas, falta de profissionais e o pior, falta dos mais básicos medicamentos e materiais para curativos. Em alguns postos de saúde do município, não há sequer gaze para curativo.

“O cidadão que não precisa desse serviço, não imagina o drama que muitos enfrentam no dia a dia,  quando precisam de cuidados mínimos. Portadores de diabetes, por exemplo, muitas vezes acabam mutilados devido a infecção de ferimentos em membros inferiores, devido a falta de cuidados como simples curativos”, destaca o candidato.

Para ele, o problema é grave e precisa ser encarado com seriedade. “Com saúde não se brinca. Hoje temos um prefeito que é médico, um governador também médico e até um secretário estadual de saúde que quis ser prefeito, porém a situação nos postos e unidades de saúde é deplorável”, avalia o candidato que vem apresentando as melhores propostas, capazes de promover uma grande transformação no setor.

Antes de ser candidato a prefeito, dr Hildon trabalhou por vários anos na Promotoria de Saúde Pública, sendo, portanto, um profundo conhecedor das deficiências do setor. Recentemente, o jornal Folha de São Paulo lançou uma ferramenta de avaliação de gestões, o Ranking de Eficiência de Municípios, na qual Porto Velho figura como “a pior capital e centro da pior mesorregião do ranking”, com menos de 60% da população com acesso a serviços de atenção básica em saúde.

A relação médico/paciente é uma das menores do país, com 0,8 médico para cada grupo de mil habitantes, ou seja, menos de um médico por grupo de mil, quando o recomendado pelo Ministério da Saúde é de 2,5 médico para mil habitantes.

Para resolver essa situação e oferecer uma saúde de melhor qualidade, acessível à toda a população, inclusive dos 13 distritos, o ex-promotor Hildon Chaves se comprometeu com ações como a implantação e o fortalecimento da integração operacional das redes de atendimento de saúde (UPA, UBS, USF e Postos de Saúde), priorizando a oferta de atendimento ambulatorial 24 horas; a efetiva criação do sistema de marcação de consultas por 0800 e também presencial nos postos de saúde e a integração da rede municipal de saúde com a rede estadual, em especial a POC – Policlínica Oswaldo Cruz e os serviços de pronto socorro e internação hospitalar do governo do estado, além de fortalecer a estrutura física e investir mais na  capacitação e treinamento dos servidores.

Assessoria

Facebook Comments