DÍVIDA DO BERON SUSPENSA, INELEGIBILIDADE DE EXPEDITO JÚNIOR, RACHA NA OPOSIÇÃO E APOIO DO PT PODEM LEVAR CONFÚCIO A SE REELEGER NO PRIMEIRO TURNO

confTudo conspira para que o governador de Rondônia,  Confúcio Moura (PMDB), seja reeleito já no primeiro turno. Os ventos sopram a seu favor.

Na quinta-feira ele, através da PGE e périplos em Brasília, conseguiu suspender a dívida do Beron, economizando R$ 15 milhões mensais, o que equivale a um hospital por mês. O ex-senador cassado Expedito Júnior (PSDB) continua inelegível e dificilmente registrará candidatura. Os postulantes, Maurão de Carvalho (PP), Jaqueline Cassol (PR), do mesmo grupo do senador Ivo Cassol (PP), estão em pé de guerra. O PT, finalmente deverá aceitar compor com o PMDB de Rondônia, seguindo a orientação de cima, isto é, manter a mesma coligação PT/PMDB que tentará a reeleição da presidenta Dilma Rousseff.

O PMDB de Confúcio terá também o expressivo apoio do PSB que detém o comando de duas importantes prefeituras: Porto Velho (Mauro Naziff) e Ji-Paraná (Jesualdo Pires), os maiores colégios eleitorais do Estado. Como se vê, os ventos sopram a favor da reeleição de Confúcio Moura ainda no primeiro turno, sem contar com a excelente campanha da seleção brasileira na melhor Copa do Mundo de todos os tempos. O PMDB vai à convenção neste domingo, no Talismã, em Porto Velho, exalando felicidade e muitas expectativas.

 

Facebook Comments