visto

Tirar o visto para os Estados Unidos ainda é burocrático e ainda deixa muitos turistas receosos quanto à todo o processo. Além desse temor, a taxa é cara (US$ 160) e não é devolvida caso o visto seja negado. Enfim, apesar de toda melhora do processo, principalmente se formos comparar com 10 anos atrás, ainda é preciso planejamento, organização e sorte (vou explicar depois o porquê) para que tudo dê certo.

Primeiro passo: Preencher o formulário DS-160. 
O formulário é em inglês, portanto se não tem familiaridade com a língua o ideal é pedir que alguém que tenha te ajude. Primeira coisa a fazer antes de começar a preencher: juntar toda a documentação que vai precisar, como: passaportes (atual e antigos, se houver); datas de viagens anteriores e informações de contato de onde ficará nos EUA. Se ainda não souber onde vai ficar, coloque apenas N/A (not available, não está disponível). Não deixe em branco!
Fique atento às perguntas, não deixando de responder nada. Uma dica, até porque eu passeio por isso há pouco tempo fazendo a solicitação de uma família com 6 pessoas.. SALVE sempre, pois o site fica instável de vez em quando e você pode perder tudo que fez! Não esquecer de imprimir a página de confirmação!

O site da Embaixada Americana tem um arquivo ensinando a preencher o formulário caso ainda tenha alguma dúvida.

Segundo passo: Pagar a taxa de US$ 160 (MRV). Isso pode ser feito pelo site, com cartão de crédito, por telefone, em dinheiro em qualquer agência do Citibank  e boleto bancário. Lembrando que a taxa é válida por um ano a partir da data de pagamento.

Terceiro passo – Entrevista: Não esquecer de levar o comprovante de pagamento da taxa, passaporte válido com até seis meses de validade a partir da data da viagem e a página de confirmação do formulário DS-160 impressa. Não custa nada levar mais uma foto 5×7, já ouvi que às vezes o formulário aceita mas não fica tão bom.
Como a maior preocupação é que as pessoas entrem nos EUA para morar, leve todo tipo de documentação que prove,  demonstre que você tem vínculos fortes com o país, como carteira de trabalho, declaração de imposto de renda, contra-cheques, extratos bancários, documento de carro e imóvel em seu nome, se for estudante, levar declaração da instituição de ensino. Se alguém está custeando a viagem, também é preciso levar documentação da pessoa: declaração de imposto de renda, cópia CPF e identidade, documentação de imóveis e carros, comprovante de residência e extratos bancários.

Após esse passo, existem três finais possíveis:

1) Seu visto foi concedido!

2)  Seu visto foi negado. Nesse caso você vai receber uma carta explicando o motivo da recusa. Se o motivo for documentação, vai estar marcado 221(g) na carta, basta enviar para o lugar indicado os documentos solicitados para terminar o processo. Isso pode ser feito no prazo de 1 ano, caso contrário o processo será encerrado. Se o motivo for 214(b), significa que você não está qualificado de acordo com as normas de imigração dos EUA para receber o visto. Nesse caso, é preciso realizar o procedimento todo de novo, incluindo o pagamento da taxa, e ainda comprovar o que mudou entre uma solicitação e outra.

3) Seu pedido foi encaminhado para Processo Administrativo Adicional. Você será contactado caso seja necessário enviar mais alguma documentação ou informação e é preciso aguardar. Isso pode ocorrer quando existe algum problema com um homônimo e eles precisam de mais tempo para checar as informações.

Existem Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto em Brasília, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.  O novo sistema é mais barato e os centros funcionam em horário flexível no dias úteis e abrem inclusive aos domingos. Esses centros reduzem o tempo de espera e torna o processo mais conveniente para os solicitantes.

O solicitante paga uma taxa única de 160,00 dólares que inclui o agendamento da entrevista, taxa de solicitação de visto (MRV) e a entrega do passaporte.

Os solicitantes deverão seguir essas instruções para solicitação de visto:

  1. Preencher o formulário DS-160: https://ceac.state.gov/genniv/
  2. Pagar a taxa de solicitação de visto de 160,00 dólares (taxa única). O pagamento poderá ser efetuado com cartão de crédito pelo site do agendamento, por telefone, em dinheiro em qualquer agência do Citibank, devendo imprimir uma ficha de depósito com a quantia correta da MRV e o número do recibo. Outra opção é pagar por boleto bancário. Não haverá mais uma taxa separada para agendamento ou para envio do passaporte.
  3. Agendar a entrevista pelo site ou pelo Call Center.
  4. Comparecer a um dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto para coleta dos dados biométricos (impressões digitais e foto), levando o passaporte válido e a página de confirmação do formulário DS-160. Solicitantes acima de 66 anos ou com até 15 anos estão isentos da coleta de impressões digitais. Os mesmos ou seus representantes deverão entregar uma fotografia 5×7 e a página da confirmação do formulário DS-160 no centro de atendimento. Informações sobre os requisitos para imagens digitais: Fotos digitais do Departamento de Estado
  5. Comparecer à entrevista, se for solicitado, na embaixada ou em um dos consulados. Solicitantes deverão apresentar o passaporte válido e a página de confirmação com o código de barras do formulário DS-160.
  6. Solicitantes qualificados ao visto poderão receber o passaporte com visto em domicílio ou em local pré-escolhido.


Facebook Comments