DESGOVERNO – “Bolsonaro é perverso com os pobres, benevolente com os ricos e os afortunados”, diz Samuel Costa

O jovem professor e jornalista Samuel Costa, de Porto Velho (RO), vem mostrando seriedade e coerência em suas bandeiras levantadas sempre em defesa do cumprimento da legalidade e respeito à comunidade.

Considerado a mais emergente liderança da esquerda em Rondônia, Samuel Costa se manifestou sobre o governo Bolsonaro e também em relação às denuncias envolvendo as ações judiciais impetradas ao ex-presidente Lula.

Para Samuel Costa, as ações de Sérgio Moro desde o início da operação Lava Jato até hoje, mostra que o que ele buscava não era justiça, mas sim, um projeto de poder pessoal, se utilizando do discurso de ódio ecoado por extremistas para prender ilegalmente a maior liderança política da história do Brasil.

“Como pode Sérgio Moro chefiar a segurança pública no Brasil, sendo que ele é pau mandado de Bolsonaro e seus filhos cultuam torturadores, milicianos, estupradores, genocidas e homicidas?”, questionou Samuel Costa.

De joelhos

O jovem também afirmou estar abismado com a forma em que o Brasil vem sendo colocado perante ao mundo pelo presidente Jair Bolsonaro, o que de acordo com ele é a maior mentira já contada ao povo brasileiro, pois são ditos patriotas que estão entregando as riquezas de mão beijada e aceitando as imposições calados.

“Mesmo com a imposição de barreiras comerciais ao Brasil, a postura de Bolsonaro é permanecer de joelhos perante Trump e para os interesses dos americanos, numa política externa desastrosa, penosa, ruinosa e fracassado. Há nitidamente submissão, e não reciprocidade nas relações Brasil e Estados Unidos. Nessa história, o Brasil já perdeu a Base de Alcântara, a Embraer, ativos da Petrobrás e nossas infinitas potencialidades. Bolsonaro não passa de um capacho, lambe-botas, servilão e puxa saco do imperialismo”, afirma o jovem professor.

Por fim, Samuel Costa deixou claro sua aversão total à política e ideologia expressa por Jair Bolsonaro e seus asseclas, pessoa que ele considera mal, sádico e inumano. “Bolsonaro é perverso com os pobres benevolente com os ricos e os afortunados”, finalizou.

Fonte: Amazoniaquinews

Facebook Comments