Clique na imagem para ampliar

Clique na imagem para ampliar
Clique na imagem para ampliar

Os deputados estaduais de Rondônia estão entre os mais improdutivos do Brasil. Custam milhões ao erário e nada produzem, a não ser uma escândalo atras do outro. Desde a instalação da Assembleia Legislativa de Rondônia que o Poder Legislativo não sai das páginas policiais. Do escândalo das passagens aéreas que tornou inelegível o ex-deputado Moreira Mendes (PSD) até a gestão de Hermínio Coelho, também do PSD, a ALE-RO só tem trazido dissabores à população e nenhum projeto que livre os deputados do título de mais improdutivos do Brasil. Na verdade, os deputados utilizam seus mandatos para respaldar suas empresas que vendem de tudo para o governo e prefeituras. A ALE virou balcão de negócios.

Na página de notícias da ALE-RO observa-se que os deputados estaduais divulgam trabalhos relativos a vereador, desconhecendo as reais funções de um parlamentar que é legislar.

De um poste a uma reforma de escola, o Decom da ALE divulga até visita de deputado a outro deputado.

Se na Assembleia é assim, imagina nas Câmaras de Vereadores da Capital e do interior. Um desastre. O prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif (PSB), por exemplo, nada de braçada. Mesmo porque o líder dele na CMPV é o vereador Jair Montes (PTN), que, segundo a Operação Apocalipse, é chefe de quadrilha de criminosos.

No âmbito de Brasília, os representantes de Rondônia no Congresso Nacional resumem suas ações a apresentação de emendas ao orçamento. É que se lê nos releases enviados pelas respectivas assessorias. Projeto que é bom, nada.

Bancada do Acre é mais produtiva

A bancada do Acre é mais produtiva e participativa em Brasília. O Acre tem seus três senadores na Mesa Diretora do Senado. O senador Jorge Viana (PT), como já era previsto, foi confirmado na vice-presidência da Casa.

Gladson Cameli, do PP, indicado por seu partido, é o terceiro-secretário, e Sérgio Petecão, do PSD, 1º suplente da Mesa.

“É algo inédito. Pela primeira vez que o Acre tem três nomes na Mesa Diretora do Senado. No caso do Jorge Viana, votei nele pelo Acre”, disse Petecão.

Novato na Casa, Gladson Cameli disse que o Acre sai fortalecido ao ter seus três senadores na Mesa Diretora do Senado. “O Acre sai fortalecido ao ter seus senadores na Mesa Diretora. É de uma importância grande para o Acre ter seus três senadores na composição da Mesa”, informou.

Mais RO com informações do AC 24 horas

Facebook Comments