Como medida de prevenção e enfrentamento ao coronavírus, o deputado Estadual Cabo Jhony Paixão (Republicanos), indiciou ao Governador Marcos Rocha que o medicamento Ivermectina seja distribuído para a população do Estado.

A indicação encaminhada também para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) tem como sugestão a parceria com prefeituras, associações e entidades filantrópicas, bem como a realização de drive thru, com o objetivo de alcançar o maior número de pessoas.

“É importante ressaltar que o Estado vem enfrentando um grande desafio no combate ao coronavírus. É fato e notório que a doença se expande afetando a todos direta ou indiretamente. Creio que a distribuição da ivermectina,  a população ficará mais imune e com menos casos de contaminação”, relatou o parlamentar.

O deputado tomou conhecimento de outros locais que fizeram a distribuição do medicamento como Natal (RN) e Itajaí (SC). Já em Rondônia, a cidade de Ariquemes, também teve a iniciativa e começou distribuição no dia 17 de julho com entrega do remédio para aproximadamente 1.200 pessoas diariamente. “Ariquemes saiu na frente em nosso Estado.  A  prefeitura montou um cronograma para entrega durante 30 dias e uma grande frente de trabalho para o atendimento da população. Acredito que o modelo adotado pela cidade ariquemense é  muito interessante, com triagem (com verificação de peso, temperatura), consulta médica”, disse.

Para Jhony a procrastinação do tratamento poderá trazer impacto no percurso da doença. Já com o uso do medicamento terá uma redução de número de caso e conseqüentemente a redução de internações em UTI.

Ivermectina

A Ivermectina é um remédio antiparasita de amplo espectro, tradicionalmente utilizado no combate a verminoses. Este medicamento geralmente é absorvido por via oral e atua nos nervos e células do parasita. Nos últimos anos, assim como outros agentes antiparasitário, a ivermectina demonstrou ter atividade antiviral in vitro. A ivermectina é contraindicado para uso por pacientes com meningite ou outras afecções do Sistema Nervoso Central que possam afetar a barreira hematoencefálica, devido aos seus efeitos no cérebro.  Durante o tratamento podem ocorrer reações como diarreia, náusea , astenia, dor abdominal , anorexia constipação e vômito.

Fonte: Assessoria 

Facebook Comments