Delcídio mente para proteger Aécio Neves: acordo

Delcídio do Amaral no Conselho de Ética Wilton Júnior/09.05.2016/Estadão Conteúdo
Delcídio do Amaral no Conselho de Ética
Wilton Júnior/09.05.2016/Estadão Conteúdo

Por que mente Delcídio Amaral ao acusar Lula e Dilma? Para proteger Aécio Neves, claro. Há dois meses,o senador Delcídio do Amaral (Sem partido-MS) afirmou em acordo de delação premiada que o atual senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi beneficiário de um “grande esquema de corrupção” na estatal Furnas. Milagrosamente, Delcídio mudou o discurso e agora Aécio é inocente.

A delação de Delcídio foi mudada após o PSDB patrocinar a ida do ex-líder do governo ao Conselho de Ética da Casa para confrontá-lo publicamente em relação às acusações que o parlamentar fez sobre o principal líder tucano.

A estratégia foi negociada nos bastidores entre membros do PSDB e pessoas ligadas a Delcídio. No acordo, o ex-líder do governo recuaria no colegiado das afirmações feitas por ele em delação premiada contra Aécio e, se possível, aproveitar para que ele faça acusações públicas contra a presidente Dilma Rousseff às vésperas da votação do afastamento dela pelo Senado.

Delcídio esteve nesta segunda-feira (9) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado para se defender. Está marcada para hoje a votação do relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) favorável à decisão do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar pela cassação do mandato dele. Durante o depoimento dele na comissão de cassação, Delcídio do Amaral disse que agiu a mando do ex-presidente Lula e implicou também a presidente Dilma. Claro que é uma tremenda mentira e faz parte do acordo.

 

Facebook Comments