Defensor da família, Marcos Rogério usa cota parlamentar para alugar imóvel de ex-mulher

Marcos Rogério fez pagamentos mensais de R$ 4,6 mil por casa que usa como seu escritório de apoio

O senador Marcos Rogério, um dos principais defensores do governo na CPI da Pandemia, tem usado recursos da cota parlamentar para pagar à ex-mulher, Andréia Schmidt, o aluguel de seu escritório de apoio em Rondônia.

O imóvel é uma casa na cidade Ji-Paraná e consta como endereço de apoio do congressista na página oficial do Senado.

No site do órgão, é possível ver pagamentos mensais de R$ 4,6 mil nos meses de março e abril deste ano, em nome da administradora OK Imóveis.

As notas fiscais, no entanto, não mostram o nome do proprietário, mas apenas o endereço.

Segundo a assessoria do parlamentar, a casa pertencia a Rogério, que usou o local como seu escritório entre 2017 e 2020, sem custo para os cofres públicos.

Com o divórcio e a partilha dos bens, o imóvel passou para Andréia.

A assessoria diz que o escritório já estava estabelecido no local e, por essa razão, “optou-se por manter o escritório no mesmo endereço, pagando o valor correspondendo ao aluguel à atual proprietária”.

Por Metrópoles

Facebook Comments