Daniel Pereira culpa Maurão e Jesuíno por crise institucional

PORTO VELHO- Em entrevista ontem ao jornalista Paulo Andreoli (Rondoniaovivo), o vice-governador de Rondônia, Daniel Pereira (PSB) disse com todas as letras e os pingos nos is que a culpa pela crise institucional, que provocou o rompimento entre ele e o governador  Confúcio Moura (MDB) é do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Maurão de Carvalho (MDB) que, com o deputado Jesuíno Boubaid (PMN), tentaram dar um golpe legislativo. Uma clara interferência de um poder sobre o outro.

Segundo o vice-governador, os deputados flagrados numa gravação tramando criar CPIs contra o governador Confúcio Moura (MDB), tentaram usar o instrumento legislativo como moeda de troca, ou seja, chantagearam o governador. “CPI é para você pegar um fato determinado, concreto, investigar e encaminhar pro Ministério Público”, disse Daniel Pereira. “Você não pode usar uma CPI como instrumento de achaque, de chantagem”, disse o vice-governador.

Veja trecho da entrevista:

 

Facebook Comments