Crise na Bolívia: oposição quer eleger governo de transição

Os bolivianos tentam nesta terça-feira (12/11/2019) voltar à normalidade após mais uma noite de tensão pela ação de grupos violentos. A oposição busca reunir a Assembleia Legislativa para dar andamento à eleição de um presidente de transição e à convocação de novas eleições gerais.

A Bolívia vive um vácuo de poder desde domingo (10/11/2019), quando — após mais de 13 anos no poder — Evo Morales renunciou ao cargo em meio aos protestos iniciados depois das eleições de 20 de outubro, as quais a oposição qualifica como fraudulentas. O ex-presidente viajou ao México, que concedeu a ele asilo político.

Na manhã desta terça, La Paz parecia uma cidade sitiada. As patrulhas do Exército nas ruas evitaram ataques de grupos violentos, que na noite anterior atearam fogo em uma unidade policial e saquearam propriedades privadas e comércios.

FONTE: Metropóles

Facebook Comments