Os kits usados no Laboratório Central de Rondônia (Lacen) para testar a presença do novo coronavírus em pacientes suspeitos esgotaram e uma nova remessa deve chegar até quinta-feira (9). A informação foi divulgada pelo secretário estadual de saúde Fernando Máximo durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feita (7).

O secretário justificou que a falta dos testes se deve ao número reduzido de material no mercado em todo o mundo. Atualmente, 18 amostras aguardam análise no Lacen.

O secretário também anunciou que o governo adquiriu 100 mil testes rápidos para Covid-19. No fim de semana, uma aeronave do Corpo de Bombeiros Militar deve buscar os testes e na próxima semana, eles devem ser distribuídos nos municípios do estado.

No dia 2 de abril, a Sesau divulgou a chegada de 4,8 mil testes rápidos em Rondônia, que faziam parte dos 500 mil kits que chegaram no Brasil no dia 30 de março.

O teste, produzido pela empresa chinesa Wondfo, possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e permite ter um resultado em apenas 15 minutos.

Segundo o governo, cada kit permite fazer em média 20 testagens, porque em alguns pacientes é preciso repetir o teste.

Fonte: G1

Facebook Comments