NOVA MAMORÉ- Ao contrário do que afirmamos, a denúncia de que um grupo de indígenas estaria cobrando os R$ 100 reais prometidos, levou apenas à investigação do candidato eleito prefeito de Nova Mamoré, Marcélio Brasileiro (DEM). Não foi preso e nem algemado, pelo que pedimos desculpas aos envolvidos. As investigações continuam no âmbito da Polícia Federal por crime eleitoral.

Fotos:

 

Facebook Comments