Construtora do Acre constrói escola de 12 salas em Itapuã do Oeste por quase R$ 4 milhões

Itapuã do Oeste (RO)- A Construtora Candiru Construções Eireli, de Rio Branco, estado do Acre, com várias anotações negativas no currículo, inclusive suspensão de participar de licitação, foi a vencedora da licitação para a construção de 12 salas na cidade de Itapuã do Oeste, situada a 100 quilômetros da capital de Rondônia, Porto Velho.

A obra que teve início em abril deste ano com previsão para término em abril de 2020, vai custar a quantia de R$ 3.590.100,36.  Os recursos são provenientes do FNDE, do Ministério da Educação. Segundo uma fonte, com esse valor seria possível construir um prédio de 10 andares.

A Candiru Construções é uma empresa tipificada como Eireli, sigla de Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, um novo modelo de empreendimento criado em 2011 com o objetivo de legalizar um negócio como sociedade limitada, eliminando a figura do sócio “fantasma”. Com a Eireli, o empresário pode abrir sua empresa com apenas um sócio: ele mesmo!

Até aí, tudo bem. A Candiru atende aos pré-requisitos. Ocorre que a empresa cujo nome é em homenagem a um peixe da Amazônia que tem como fama adentrar no orifício alheio, tem muitas anotações negativas em seu currículo. Uma breve consulta ao CNPJ 17.512.584/0001-87 é possível encontrar várias multas e até suspensão do direito de participar de licitações. Também no Tribunal Regional do Trabalho 14a Região é possível encontrar dezenas de ações trabalhistas contra a Candiru.  Quanto ao valor da obra em Itapuã do Oeste, cabe ao Ministério Público investigar.

 

Facebook Comments