Conselho Tutelar: confira o resultado da eleição em Porto Velho

Mais de 22 mil eleitores compareceram às urnas no domingo (24) para escolher 25 conselheiros tutelares em Porto Velho. A posse dos eleitos será em 2020.

As eleições para conselheiros tutelares foram realizadas das 9h às 17h; as votações ocorreram em cinco zonas eleitorais. Ao todo, foram 22.156 votos foram apurados, sendo contabilizados 45 votos em branco e 390 nulos.

Dos 94 candidatos na disputa eleitoral, 25 conselheiros tutelares e suplentes foram eleitos (confira a lista abaixo), sendo cinco para cada conselho da capital, divididos para atender às demandas da população.

Os mandatos dos conselheiros têm duração de 4 anos, onde devem trabalhar para que todos os direitos das crianças e adolescentes sejam respeitados.

De acordo com o secretário, os eleitos passarão por um curso de capacitação. Todos os candidatos aptos para o cargo passaram por uma prova de conhecimento específico sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), além de avaliação psicológica de caráter eliminatório.

Marcelo ainda informou que dos 94, cerca de 7 candidatos não tiveram êxito em uma das duas fases mas tiveram os seus nomes incluídos nas urnas por força de liminar em ordem judicial ou administrativa.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), ocorrerá em breve uma reunião com todos os nomes eleitos.

Veja os conselheiros eleitos:

  • Ana Cassia Lima – 1186 votos
  • Doriane Bentes – 858 votos
  • Sula Dourado – 823 votos
  • Thiago Fernandes – 713 votos
  • Patrícia Claros – 585 votos
  • Daniel Oliveiras – 561 votos
  • Carine Cavalcante Rodrigues – 534 votos
  • Ana Cristina Aguiar – 514 votos
  • Patric Sena – 493 votos
  • Karoline Borges – 483 votos
  • Mariana Albuquerque – 474 votos
  • Luiz Inácio – 473 votos
  • Lígia Pereira – 470 votos
  • Márcia Ramos – 466 votos
  • Nete Naves – 421 votos
  • Ronilda Amaral – 417 votos
  • Carlos Alberto Arruda – 406 votos
  • Chiquinha – 399 votos
  • Davina Saldanha – 392 votos
  • Marta Alameida – 340 votos
  • Elisângela Faustino Cardoso – 333 votos
  • Ângela Fortes – 331 votos
  • Míriam Córdova – 319 votos
  • Jéssica Cristina – 317 votos
  • Elaídia dos Santos – 317 votos

O que é o Conselho Tutelar?

O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, com competência territorial de um município, que deve ter atendimento disponível 24 horas por dia e responsabilidade de zelar pela proteção dos direitos humanos, em especial de crianças e adolescentes. É obrigado a prestar contas.

Quando, por exemplo, uma criança é agredida, maltratada ou vítima de algum abuso ou crime, o Conselho Tutelar é acionado para participar da investigação e, em alguns casos, acolher menores que ficam desamparados, sem terem parentes que possam abrigá-los, ou quando os pais são retirados do poder familiar.

Quais são as atribuições dos conselheiros?

Atender e aconselhar os pais ou responsável pelas crianças e adolescentes; requisitar serviços públicos nas áreas de saúde, educação, serviço social, previdência, trabalho e segurança para crianças e adolescentes.

Encaminhar ao Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal contra os direitos da criança ou adolescente.

Requisitar certidões de nascimento e de óbito de criança ou adolescente quando necessário; representar, em nome da pessoa e da família contra a violação dos direitos; representar ao MP, para efeito das ações de perda ou suspensão do poder familiar, após esgotadas as possibilidades de manutenção da criança ou do adolescente junto à família natural.

Fonte: G1

Facebook Comments