Na sessão deliberativa remota de sexta-feira (03), que aprovou o PL 1.179/2020, alterando temporariamente o Código Civil, o Código de Defesa do Consumidor e outras normas de direito privado no período da epidemia do Covid-19, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) sugeriu ao presidente da Casa, Antônio Anastasia (PSD-MG), que sejam alternadas nas votações propostas de emendas à Constituição como a do pacto federativo, entre outras.

O parlamentar afirmou que o Congresso está votando sob forte emoção, muita coisa para amparar desempregados, pobres e todos aqueles que realmente necessitam. “O Senado e a Câmara têm feito o possível para votar, prioritariamente, esses projetos de apoio às pessoas mais vulneráveis. É o recomendado por todos os economistas brasileiros”, asseverou.

Confúcio Moura sugeriu que a partir do mês de maio, o Senado intercale entre as votações propostas de emendas à Constituição que estão tramitando, como a PEC do pacto federativo, a PEC emergencial econômica e outras. Segundo ele, é importante votar alternadamente estas proposições. “Lá na frente, quando terminar a pandemia, a gente já teria aprovado esses projetos, para que facilitassem ao Brasil, até a equipe econômica, a recuperação do processo recessivo esperado”, explicou.

Fonte: Assessoria

Facebook Comments