CONFÚCIO MOURA VISTORIA CONSTRUÇÃO DE 12 MIL CASAS POPULARES EM PORTO VELHO

São 12 mil apartamentos sendo construídos só em Porto Velho
São 12 mil apartamentos sendo construídos só em Porto Velho

O governador do Estado de Rondônia, Confúcio Moura(PMDB), vistoriou ontem cinco grandes canteiros de obras onde estão sendo construídas mais de 12 mil moradias populares em diferentes localidades de Porto Velho. O governador esteve acompanhado do secretário de Estado da Assistência Social (Seas), Márcio Félix, e por representantes das empresas construtoras.

Ao todo, estão sendo investidos mais de R$ 800 milhões. São recursos do Governo Federal, com a contrapartida do Governo do Estado, que deverão garantir o acesso à casa própria para cerca de 50 mil pessoas na capital.

Confúcio Moura inspeciona pessoalmente as obras
Confúcio Moura inspeciona pessoalmente as obras

O governador iniciou o roteiro de vistorias pelo maior condomínio em construção – o residencial “Orgulho do Madeira”, no bairro Mariana, zona leste da capital – que deverá receber quatro mil casas e apartamentos, num total de 16 mil moradores. “Isso corresponde à população de muitos municípios de Rondônia”, lembra o governador.

Cerca de duas mil unidades do “Orgulho do Madeira” já estão em fase de acabamento e deverão ser concluídas neste primeiro semestre. O conjunto habitacional será dotado de toda infraestrutura. O projeto inclui quadras de esportes, praça comunitária, áreas de lazer, espaço para caminhadas e bosque, além de posto de saúde e unidade de policiamento.

As residências serão dotadas de dois quartos, sala, banheiro, além de cozinha conjugada com lavanderia. As prestações ficam entre R$ 20 e R$ 80 mensais. Famílias que moram atualmente em áreas de risco, idosos, deficientes e pessoas em situação de risco social fazem parte do perfil das famílias que serão selecionadas pela Seas. O governo está destinando R$ 258 milhões na execução dessa obra.

Porto Madeiro

O governador prosseguiu em suas visitas no empreendimento Morada Nova – Porto Bello, na Rua Oswaldo Ribeiro, no bairro Mariana, cujas obras estão em fase de conclusão dos platôs e fundações. Serão construídos quatro condomínios que totalizam 1.088 apartamentos, com mais de R$ 70 milhões em investimentos.

A terceira obra vistoriada foi o condomínio Porto Madeiro, no bairro Socialista. Serão quatro condomínios, dotados de portarias independentes, quadras de esportes, campo de futebol e salão de festas. Os apartamentos têm o padrão de dois quartos, sala, banheiro, cozinha com lavanderia e sacada.

Cristal da Calama

Quase três mil apartamentos serão construídos no residencial Cristal da Calama, no bairro Teixeirão. As obras estão na fase de fundação, drenagem e arruamento, além do posteamento de luz na entrada principal. Com recursos que totalizam quase R$ 200 milhões, o condomínio terá cerca de 12 mil moradores, ou seja, mais habitantes que muitos municípios do estado. As obras estão situadas no final da Avenida Calama, a 20 minutos do centro da cidade.

Fechando o roteiro de vistorias, o governador esteve no bairro Aeroclube, na zona sul, onde caminhou pelo canteiro de obras do residencial “Morar Melhor”. O empreendimento, em localização privilegiada, está na fase de terraplanagem e receberá R$ 197 milhões em recursos para a construção de mais de 2.150 moradias populares.

Centenas de trabalhadores integram canteiros de obras

Cerca de mil operários trabalham na construção das residências do “Orgulho do Madeira”. Um deles é o montador Ailton Sales Oliveira, 12 anos de profissão, que está há nove meses no canteiro de obras da capital. Ailton explicou ao governador alguns detalhes do seu trabalho, que envolve a aplicação de placas metálicas e dispensa o uso de madeiramento, evitando desperdício de materiais.

No canteiro do residencial Porto Madeiro 4, o governador conversou com o servente de pedreiro Jader Santos Montes. Ele está há quatro meses na obra. De acordo com a construtora responsável pela obra, os operários estão sendo contratados através de parceria com o Sistema Estadual de Empregos (Sine-RO).

Fonte: Decom

Facebook Comments