Em pronunciamento nesta terça-feira (1), o senador Confúcio Moura (MDB-RO) criticou o baixo ritmo de vacinação contra a covid-19 no país. Segundo o senador, que é médico, o Brasil tem capacidade de vacinar três milhões de pessoas por dia e está vacinando apenas 600 mil.

— A situação é dramática. Pelos nossos contratos, elas [vacinas] só vão aumentar a partir do mês de setembro. E quando chegar em dezembro e janeiro, a gente espera ter uma quantidade de vacina suficiente para imunizar esmagadora maioria da população brasileira. Só nessa fase teremos calma, se não surgirem cepas resistentes as vacinas. Tudo isso pode acontecer — declarou o senador.

Confúcio destacou que a doença ficou muito mais grave em 2021, matando e adoecendo mais. Ele citou os casos do Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, estados que têm o maior índice de vacinação e mesmo assim estão em situação muito difícil, com grande parte dos leitos de UTI ocupados.

— A terceira e quarta onda? A gente já está vivendo tudo isso. Não tem registro que fala quando vai começar. O vírus vai se transformando. Quanto mais tempo ele ficar na sociedade, maior é a capacidade dele se transformar em outras cepas — afirmou.

Fonte: Agência Senado

Facebook Comments