Durante a sessão de quarta-feira (20) do Senado Federal, que aprovou a inclusão das mortes decorrentes da pandemia de coronavírus na cobertura dos seguros de vida ou invalidez permanente, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) pediu aos líderes partidários uma atenção especial nas análises de projetos fundamentais voltados para a pandemia da Covid-19.

Preocupado com a crise, Confúcio explicou sobre a necessidade de fortalecimento do parlamento brasileiro e do Poder Judiciário. Segundo ele, há muita tensão nesses momentos especiais que o país e o mundo estão enfrentando. “Temos que nos fortalecer bastante, porque não dá para abrirmos guarda para situações ocasionais, esporádicas, que possam vir e nos pegar, de alguma maneira, de surpresa”, falou.

O parlamentar lembrou que no Senado tramitam inúmeros projetos de lei oportunos, uns específicos para a situação da pandemia, mas outros, segundo ele, se alongam além dela, que também são fundamentais. Confúcio pediu que as reuniões de Lideranças façam uma análise geral para possibilitar que estes projetos tramitem com mais celeridade.

Confúcio Moura citou o PL nº 2.602, de 2020, de sua autoria, a respeito do saque do FGTS para os desempregados. “Este projeto beneficiará as pessoas que estão numa situação difícil, nos casos de calamidade. Na lei original, nº 8.036, de 1990, não há essa situação de saque devido a calamidades. Então, eu introduzi no projeto de lei essa oportunidade” enfatizou.

Ainda durante seu pronunciamento, Confúcio disse que está torcendo pela recuperação da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), vítima da covid-19. “Torcemos para que ela consiga superar essa doença. Eu acho que todos nós, os 80 senadores, estamos torcendo muito, e essa força nossa há de transmitir a ela uma energia muito forte. Nós, que temos as mãos, temos os pés, temos os movimentos, queremos que ela se restabeleça e venha para nosso meio. Ela é uma mulher grandiosa, irradiante, que nos fortalece muito”, pontuou.

Facebook Comments