Como se posicionará os senadores de RO sobre a nomeação do filho do presidente a embaixador do Brasil nos EUA?

0
50

Prestes a indicar um dos filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro assegurou que “toda a população vai ganhar” caso ele seja conduzido ao mais importante posto diplomático do país no exterior. A possível indicação, porém, deve enfrentar resistência no Senado, embora o governo detenha maioria parlamentar.

Como se posicionará a bancada federal rondoniense no Senado, em relação à nomeação?

De acordo com o jornalista Sérgio Pires, do blog Opinião de Primeira, o voto de Marcos Rogério já se sabe, antes mesmo de ele anunciá-lo: a favor. Já Confúcio Moura ainda não falou publicamente sobre o caso, mas a tendência é de que ele também seja favorável. A dúvida é do pedetista Acir Gurgacz, cujo partido, no geral, tem feito oposição ao governo.

Caso Eduardo seja indicado pelo pai, deve passar normalmente por uma sabatina na Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado, onde precisa de maioria simples, ou seja, dez dos 19 votos. Em caso de aprovação na CRE, o nome, então, é levado a plenário, onde, em votação secreta, também precisa de maioria simples: 41 dos 81 senadores.

Facebook Comments