A Comissão Europeia quer que o Reino Unido rasgue no “mais curto espaço de tempo possível ou, no máximo, até o final de setembro” o plano de Boris Johnson para mudar o acordo do Brexit, assinado entre as duas partes em janeiro.

A nota ameaça com processos: “O acordo de retirada contém uma série de mecanismos e recursos legais para lidar com as violações das obrigações legais contidas no texto. A União Europeia não terá comedimento em usá-los”.

Fonte: O Antagonista

Facebook Comments