Com pênalti polêmico, Santos-AP bate o Barcelona

0
359
Foto: Rosivaldo Nascimento

Favorito e melhor tecnicamente que o Barcelona, o Santos-AP fez o que se esperava na tarde deste domingo (29) no Zerão. Venceu por 1 a 0, mas dificilmente convenceu treinador e torcida. Sem a pressão do adversário que se fechou e não foi competente nos contra ataques, o Peixe perdeu um caminhão de gols e a chance de ampliar o saldo num grupo difícil. O pênalti que garantiu o triunfo gerou muita reclamação sobre o toque de mão de Jonilson, se aconteceu ou não.

Os times têm partidas decisivas no meio da semana pelos respectivos estaduais antes de voltar a campo no próximo fim de semana. O Peixe enfrenta o Macapá na quinta-feira (3) pela última rodada da primeira fase do Amapazão e o Barcelona joga contra o Real Desportivo na quarta-feira (20) pela última rodada da fase de classificação do segundo turno.

Pela Série D, ambos voltam a jogar no domingo (6). O Santos-AP vai até Tucuruí enfrentar o Independente-PA, às 16h, e o Barcelona joga em casa contra o Plácido de Castro-AC, às 18h.

O Jogo – Jogando em casa, a postura do Santos-AP em se lançar ao ataque esbarrou na marcação pesada do Barcelona-RO, que por muitas vezes retardou o andamento do jogo. Sem chances claras de gol, o Peixe viu no pênalti cometido por Jefinho, que tocou com a mão na bola, a oportunidade de abrir vantagem aos 14 minutos. Depois disso, o jogo perdeu em intensidade, com os rondonienses apostando na postura defensiva e apenas uma finalização. A expulsão de Rodrigão e Bertozzi abriu mais espaços no gramado, que pouco foram aproveitados.

Fazendo as três alterações no intervalo, a postura do Barcelona poderia ser mais ofensiva, mas não aconteceu. Os visitrantes permaneceram no campo de defesa chamando o Santos-AP que perdeu todas as chances possíveis, algumas inacreditáveis. Willian Fazendinha, Érick, Fabinho, Batata, todos protagonizaram as oportunidades perdidas. A falta de pontaria dos dois lados fez os goleiros Rocha e Axel serem espectadores na maior parte da etapa final. Tiaguinho, do Barça, foi expulso nos acréscimos após ofender o árbitro.

Fonte: Globoesporte.com

Facebook Comments