Um dos maiores desafios do governo do Estado de Rondônia  em 2019 foi  enfrentar a superlotação do Pronto Socorro João Paulo II e realizar melhorias em sua estrutura física. A gestão da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) criou o grupo S O S João Paulo II para desenvolver estratégias que permitissem que isso fosse feito e contou, também, com a consultoria do Hospital Sírio Libanês.

Completados 10 meses da criação do grupo, mudanças já podem ser vistas: a renovação nos processos internos de trabalho implantados no Pronto Socorro João Paulo II possibilitaram à equipe maior resolutividade dos casos, reavaliações, entre outras condutas da direção clínica, de enfermagem, regulação e demais servidores, que culminaram no esvaziamento dos corredores e garagem da unidade, o que permitiu que fossem feitos os reparos na estrutura física da unidade, com o objetivo gerar mais conforto e segurança aos usuários do hospital e servidores.

AGRADECIMENTO

“Ao encerrar este ano eu tenho duas palavras para dizer: obrigado e parabéns! Muito obrigado a todos os secretários e superintendentes da gestão do governador Marcos Rocha que atenderam ao pedido da Sesau e doaram o material necessário para a pintura interna do João Paulo e também aos membros da Igreja Batista Porto Velho, que por iniciativa própria vieram à Secretaria para doar o serviço e material”, agradeceu o secretário de Saúde de Rondônia, Fernando Máximo, que ainda ressaltou: “parabéns a todos os servidores do Pronto Socorro, pois esta pintura só está sendo possível graças ao esforço de toda a equipe, que se dedicou noite e dia para conseguir manter estes locais de circulação sem pacientes”.

No domingo (22) foi finalizada a pintura de toda a parte externa do Pronto Socorro. O serviço e material foi todo doado pela Igreja Batista Porto Velho.

“O intuito da igreja Batista é poder contribuir com a sociedade com ações práticas em beneficio de toda a comunidade e o Pronto Socorro é importante não só para a capital, mas para toda a região e vimos à importância de colaborar”, explicou sobre a iniciativa, o pastor Jarbas Sampaio.

Entre os secretários de governo foram arrecadados: seladores, massa e tinta acrílica. O trabalho ainda está em execução. “O serviço interno é mais demorado e minucioso devido à circulação de pacientes, é preciso retirar o mofo e só depois realizar o preparo para que seja feita pintura”, explica a engenheira Tauane Amorim, gerente de Obras da Sesau.

Estão recebendo os reparos todas às áreas de circulação (ala I, II e III), sala de espera do Pronto Socorro, sala de observação e sala amarela e vermelha.

Colaborando com a doação, o titular da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, abraçou a causa. “Parabéns a toda equipe do João Paulo II. Fui pessoalmente ver o trabalho que estão executando, o secretário Fernando Máximo pode contar conosco, pois esse é proposito do governo: fazer uma gestão unida”, ressaltou o secretário.

Fonte: Secom

Facebook Comments