Um grupo de quase 100 pessoas conseguiram entrar no prédio da Energisa, em Rio Branco, na manhã de quinta-feira (26) durante manifestação pacífica que cobra explicações sobre os aumentos na conta de luz dos consumidores acreanos. Em Rondônia, o protesto está marcado para o próximo dia 3, na sede da empresa em Porto Velho.

Dentro do prédio da Energisa os manifestantes esperaram ser atendidos por representantes da empresa para tratar sobre as reivindicações do protesto.

Segundo o deputado Jenilson Leite, o movimento é legítimo e de iniciativa popular, e que os parlamentares foram apenas apoiar os manifestantes.

“O movimento é legítimo e popular, e fomos apenas apoiar, pois o povo precisa de fato se movimentar. O parlamento age de um lado, a Defensoria Pública de outro e o Ministério Pública de outro. É necessário que o povo demonstre que sua insatisfação é plena e não somente nas redes sociais”, diz Jenilson.

Leite afirmou ainda que até hoje a Energisa não conseguiu cumprir o que prometeu aos acreanos, que foi uma energia de qualidade com preço justo.

“Até hoje a Energisa não conseguiu cumprir com o acreano o que prometeu que é uma energia de qualidade com preço justo. Vamos cobrar, pois o que estão fazendo é aumentar cada vez mais o preço da energia ao ponto que consome a maior parte da renda familiar dos acreanos e não está sobrando nada para remédios, alimentação e transporte público. Hoje, o acreano está pagando, sobretudo, contas de energia”, finalizou.

Fonte: Folha do Acre

Facebook Comments