Política Com Capixaba, um terço da bancada federal de Rondônia está condenada

Com Capixaba, um terço da bancada federal de Rondônia está condenada

Nilton Capixaba é da Máfia das Ambulâncias

Um terço da bancada federal de Rondônia está condenada. Dos 11 parlamentares, três já estão condenados e praticamente fora das eleições de 2018: Ivo Cassol (PP), Acir Gurgacz e agora, o deputado federal Nilton capixaba (PTB). Ainda falta ser julgado o senador Valdir Raupp (MDB), o que se configuraria a bancada federal de Rondônia a pior de todos os tempos.

A primeira turma condenou hoje o senador Acir Gurgacz e, em seguida, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), condenou o deputado federal Nilton Capixaba (PTB-RO) a seis anos e 10 meses de prisão em regime semiaberto pelo crime de corrupção.  Cabe recurso contra a condenação.

Por unanimidade, os ministros entenderam que o deputado participou do desvio de verbas de emendas parlamentares para compra de ambulâncias para municípios de Rondônia em 2003.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Capixaba destinou emendas para compra de ambulâncias que beneficiaram a empresa Planam, investigada na Operação Navalha, deflagrada pela Polícia Federal em 2007. De acordo com a acusação, em troca dos benefícios, o parlamentar recebia uma porcentagem dos repasses em propina.

Durante o julgamento, a defesa de Nilton Capixada disse que o deputado limitou-se a apresentar as emendas, não podendo ser responsabilizado por eventuais desvios. Os advogados também alegaram que um dos responsáveis pela empresa retificou suas declarações ao Ministério Público e disse que nunca fez depósitos e repasses para o parlamentar.

Facebook Comments