Coluna Zona Franca

Pacheco

Dos males, o menor. O portovelhense Rodrigo Pacheco foi lançado candidato à presidência da República pelo PSD. Aqui em Rondônia, o PSD é comandando pelo deputado federal Expedito Netto, filho do ex-senador Expedito Júnior que está a caminho de se filiar. A indicação de Pacheco foi bem recebida e poderá se transformar, de fato, numa terceira via viável. Moderado, Pacheco demonstra ser mais o direitista mais equilibrados entre os demais já lançados ou em vias de.

Pacheco 2

Mas, porém, todavia, contudo, a notícia ruim disso é que o senador Marcos Rogério (DEM-UB) é também amicíssimo de Pacheco, e poderá migrar para o PSD, traindo o Bolsonaro. Nem tudo é perfeito.

PSDB, nem prévias

O que era para ser um show no último domingo, foi um desastre. O PSDB conseguiu uma façanha inédita, perder para si mesmo. No afã de emplacar a terceira via, não conseguiu sequer fazer uma prévia, que escolheria o candidato tucano à presidência da República. O trio Rodrigo Leite, Dória e Virgílio demonstrou incompetência.

Ter ou não ter?

É carnaval. Escolas de sambas e blocos já estão ensaiando Brasil afora, Ocorre que na Europa, onde tudo começou com mais intensidade, está surfando a quarta onda da pandemia, com milhares de casos e mortes. O Brasil que só fecha as portas após arrombada, poderá reviver todo o drama novamente. É que, ao contrário do que deveriam fazer, estão relaxando as normas de seguranças sanitárias. A explosão de uma nova onda não é alarmismo. É fato.

Terceira via RO

Falam-se em terceira via em nível nacional. E em Rondônia, tem espaço para uma terceira ou quarta via? Como a coluna tem verificado, não há favoritos, não há aquele candidato de ponta. O governador de Rondônia, coronel PM Marcos Rocha (PSL-UB), está tentando, tardiamente, emplacar sua reeleição, mas o fator Bolsonaro em queda, só está atrapalhando. O senador Marcos Rogério (DEM-UB) que seria um nome forte, caiu em desgraça após a CPI da Covid. Hildon Chaves (PSDB), prefeito da capital, outrora favorito, também não decola. Ivo Cassol (PP), ex-governador e ex-presidiário, também não está decolando.

Terceira via RO 2

O eleitorado rondoniense está esperando surgir um nome. Um novo nome. Um nome fora dos mesmos que estão se apresentando. Um nome que inspire confiança e dê esperança ao povo. Um nome que defenda a população mais pobre, as minorias, os indígenas e desalentados.  Quem é este nome só o tempo dirá.

Gigantes para o Senado

Três fortes nomes para o Senado Federal. Por apenas uma vaga, os mais fortes são estes: Expedito Júnior (PSD), Jesualdo Pires (PSB) e Jaime Bagattoli (PSL-UB). 

Câmara Federal

Candidatos de 2018

Com oito vagas, a Câmara Federal é o sonho de muitos políticos em ascensão. O cargo de deputado federal é estratégico para o estado e para o País. São eles que elaboram e votam as leis mais importantes que mudam a vida dos cidadãos. Em Rondônia são estes nomes os mais fortes: Fátima Cleide (PT), Ramon Cujuí (PT), Bosco da Federal (Cidadania), Herbert Lins (Avante), Fatinha (PT), Alessandra Lunas (PT)-Fetagro-Ji-Paraná, Pimentel (MDB), Padre Ton (PT), Thiago Flores (MDB) e Cristiane Lopes (PP).

Deputados estaduais

São estes os nomes mais comentados para deputado estadual: Maurão de Carvalho (MDB), Cleiton Roque (PSB), Só Na Bença, Hermínio Coelho (PT), Sid Orleans (PT), Everaldo Fogaça (Republicanos), Luciana de Oliveira (PT),  Antônio Neto (PDT) e Luiz Claudio (PL).

 

OAB Rondônia

A guerra pela eleição da OAB-RO ganhou capítulos que passaram desapercebidos pelo grande público. O governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL) tentou intervir na eleição, apoiando discretamente a candidata Zênia Cernov. Júnior Gonçalves bem que tentou, mas não conseguiu vencer Márcio Nogueira.

 

Zumbi Rondônia

O I Encontro Rondoniense Zumbi e Dandara dos Palmares será no próximo sábado (27), aberto ao público em geral e com participação de instituições públicas e da sociedade civil. O evento vai debater temas relacionados à diversidade e igualdade racial, como os mitos da democracia racial e da inexistência de racismo no Brasil e, mais especificamente, em Rondônia, o papel das corporações policiais na promoção da igualdade racial, os desafios e as metas para construção da sociedade rondoniense mais igualitária, entre outros temas. O evento será no sábado, das 9h às 12h, no auditório da Uniron, no Porto Velho Shopping, com transmissão pelo canal Direitos Humanos em Conexão com Você, no YouTube.

Por Roberto Kuppê

Facebook Comments