Coluna Zona Franca

Lula in Rio

O ex-presidente Lula esteve reunido ontem com as principais forças políticas de esquerda no Rio de Janeiro, dentre elas os deputados federais Jandira Feghali (PCdoB), Marcelo Freixo (Psol) e Alessandro Molon, que é presidente do PSB fluminense. Hoje,sexta,  deve almoçar com o prefeito Eduardo Paes (PSD-RJ). Lula quer atrair Eduardo Paes, e seu PSD, para a aliança entre partidos de esquerda e centro-direita no seu palanque. Que pode incluir um apoio a candidatura de Marcelo Freixo a governador. Lula visitará ainda um estaleiro na capital, e será recebido, no sábado, por um grupo de artistas e intelectuais, organizado pelo ator Antônio Pitanga.

                                         30% + 20%

O PT tem cativos 30% dos votos do eleitorado brasileiro. Sozinho não conseguiria vencer Bolsonaro em 2022. Por isso Lula está atrás dos 20% que precisa, junto aos partidos de centro, sem ser exatamente o Centrão.

                                Freixo e Dino no PSB

O deputado federal Marcelo Freixo oficializou nesta sexta-feira (11) sua saída do PSOL, partido pelo qual foi filiado por 16 anos. Em texto de despedida compartilhado nas redes sociais, o parlamentar diz que, apesar do fim de um ciclo, tem a certeza que seguirá com o partido “na mesma trincheira de defesa da vida”. “Hoje, encerro esse ciclo com a certeza de que apesar de não estarmos juntos daqui para a frente no mesmo partido seguiremos na mesma trincheira de defesa da vida, da democracia e dos direitos do povo brasileiro”, escreveu Freixo nas redes sociais. Freixo vai para o PSB. O governador do Maranhão, Flávio Dino deixará o PCdoB para ingressar também no PSB.

Otto Alencar e Haia

“Vamos denunciar Bolsonaro à Corte de Haia para que eles tomem conhecimento sobre o que aconteceu no Brasil (…). Vamos chegar a um termo para responsabilizar integrantes do governo federal por ação e omissão. Foram 480 mil mortes, vamos chegar a 500 mil ou mais do que isso (…). Essa população toda que morreu pela incompetência e pela irresponsabilidade sanitária do governo. Isso não pode ficar impune. Nós vamos até o fim. Isso não pode ficar impune em hipótese nenhuma.” De Otto Alencar que resumiu a única coisa que importa, com ou sem Corte de Haia: “Isso não pode ficar impune”.

Motovid

Enquanto governadores e prefeitos se esforçam para vacinar a população, o Zé Bonitinho prepara uma nova aglomeração, desta vez em São Paulo, no quintal de João Dória. Copa América, desobrigação do uso de máscaras, passeio de moto e mais de 480 mil mortos por Covid. Bolsonaro é um caso de insanidade. Em tempo: Dória disse que vai multá-lo se for pego sem máscaras na capital.

Cova América

De acordo com pesquisa do Instituto Ideia, 61% dos brasileiros desaprovam a realização da Copa América no País. O levantamento também mostrou que 52% aprovam os protestos contra Jair Bolsonaro. Os números mostram que 49% não aprovam o governo Bolsonaro.  Apenas  24% concordaram com o evento. Para 75%, o torneio pode levar a uma piora da pandemia no Brasil.  De acordo com o levantamento, 52% aprovam a realização de manifestações contra o governo Jair Bolsonaro; só 30% afirmaram desaprovar e 18% não souberam responder.

 

Marcos Rogério X Alan Alex

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) ingressou com uma ‘Interpelação Judicial Criminal com Pedidos de Explicação em Juízo’, contra o jornalista Alan Alex. Segundo o jornalista, o parlamentar e seus advogados não conseguiram compreender o conteúdo de uma nota publicada no BLOG em 22 de junho do ano passado, intitulada “Em 4 meses, Marcos Rogério queimou R$ 37.806,16 em combustíveis e foi você quem pagou” . Leia AQUI .

Eleições 2022

Dedo podre. Ao contrário de 2018, para quem o presidente Bolsonaro apontar o dedo dele, o candidato perderá. Não atentando para isso, o governador de Rondônia, Marcos Rocha (sem partido), o senador Marcos Rogério (DEM) e Jaime Bagattoli (PSL) buscam o apoio de Bolsonaro. Famoso tiro no pé.

PT Rondônia

Seguindo o calendário do ciclo de debates realizado pelo PT Rondônia, a convidada da semana é Márcia Lopes, ex -ministra de Desenvolvimento Social, no governo Lula. O encontro ocorrerá hoje, sexta – feira, 11 de junho, às 19 horas, pela plataforma Zoom. Com essa série de 13 debates, o PT de Rondônia está preparando seus pré-candidatos ao governo, ao Senado, à Câmara Federal e Assembleia Legislativa. Dentro do tema de hoje, a palestrante vai abordar o aumento, durante a pandemia, dos números da violência contra a mulher. Por essa razão, é fundamental apoiar e divulgar as ações do Ministério Público e do Conselho Nacional de Justiça, como o “X Vermelho” na mão das mulheres em risco. As drogarias parceiras desta iniciativa deverão encaminhar as informações aos equipamentos de saúde e assistência social mais próximos (UBS, Cras, Creas).

Os concorrentes

Devem disputar a única vaga de senador por Rondônia os seguintes pré-candidatos: Expedito Júnior (PSDB), Jaime Bagattoli (PSL), Jaqueline Cassol (Progressistas) e Anselmo de Jesus (PT). Vários nomes estão circulando como potenciais candidatos a cargos eletivos, seja para a Câmara Federal, seja para a Assembleia Legislativa.

Os concorrentes 2

Para Câmara Federal: Ramon Cujuí (PT), Anselmo de Jesus (PT) ou Fátima Cleide (PT), Luiz Claudio (PL), Bosco da Federal (PTB), Fernando Máximo (Patriotas), George Braga (MDB), Roberto Kuppê (PT), Alessandra da Fetagro e Lionilda Simão do Sintero do PT. Estadual: Dr. Wellison Nunes (PDT), Dabson Bueno (MDB), Pimentel (MDB), Samuel Costa (PCdoB), Sid Orleans (Cidadania), Hermínio Coelho (PT), Everaldo Fogaça (Republicanos), Wendell Mendonça (Cidadania), Edson Silveira (PT), Fatinha (PT), dentre outros.

Os concorrentes 3

Para o governo de Rondônia, os pretensos candidatos seriam esses: Anselmo de Jesus ou Ramon, do PT, Jesualdo Pires (PSB), Hildon Chaves (PSDB), Ivo Cassol (Progressistas), Marcos Rogério (DEM) e Jaime Bagattoli (PSL). 

 

Por equipe do Mais Rondônia

Facebook Comments