COLUNA ZONA FRANCA

0
424

Simone Tebet

Esse é o nome extra oficial da “terceira via”. A senadora Simone Tebet (MDB-MS), foi a indicada por lideranças partidárias de MDB, PSDB e Cidadania, na reunião desta quarta-feira (18), à presidência da República. A decisão foi tomada após a apresentação de uma pesquisa encomendada pelos partidos que apontou “maior potencialidade” da pré-candidatura da senadora. Mas o nome dela só será oficialmente anunciado após aprovação das comissões executivas dos partidos, em reuniões separadas marcadas para a próxima terça-feira (24), e após a resolução das divergências internas do PSDB. Lembrando que Tebet tem apenas 1% de intenção de votos para presidente.

Lula + Ciro

Está cada vez mais forte o cheiro de desistência do presidenciável Ciro Gomes (PDT), em apoio ao pré-candidato à presidência da República, Lula (PT), que pode vencer no primeiro turno. Ciro não sai de um dígito nas pesquisas, mas os 7% dele poderão migrar para o petista.

Casamento de Lula

O ex-presidente Lula cansou de ser livre e agora está preso ao coração de Janja. Dentre os convidados estiveram políticos e artistas como Gilberto Gil, Duda Beat, Daniela Mercury, o apresentador Paulo Vieira e o ex-BBB Gil do Vigor. Mas, apesar de ter sido um casamento privado, de alguém que não ocupa cargo público há 12 anos, recebeu maior escrutínio da mídia em relação a custos do que os reiterados gastos pessoais astronômicos do presidente em exercício, com dinheiro público e ocultos por sigilo.

Eleições Rondônia

Comendador Valclei Queiroz | Político | G1Já estão definidas as seguintes pré-candidaturas: atual governador coronel Marcos Rocha (União Brasil), Marcos Rogério (PL), Léo Moraes (Podemos),  jornalista Dida Cordeiro (PSTU) e Comendador Vanclei (Agir), foto ao lado. Extra oficialmente a Frente Democrática indicou o nome de Vinícius Miguel (PSB) ao governo, que representará o PT, PCdoB, Solidariedade, PSOL e Rede.

Tudo dividido

Três pré-candidatos bolsonaristas e um esquerdista meia boca dividirão as atenções do eleitorado rondoniense. Léo Moraes (Podemos), Marcos Rogério (PL) e Marcos Rocha (União Brasil), vão disputar com o quase esquerdista Vinícius Miguel (PSB). 

 

Rachou

PSOL e Rede não fecham com Vinícius Miguel (PSB) ao governo pela Frente Democrática. Devem lançar candidato próprio.

 

Senado Federal

A disputa pela única vaga de senador da República será a mais acirrada de todos os tempos. Devem disputar o coração do eleitor os seguintes pré-candidatos: Expedito Junior (PSD), Mariana Carvalho (Republicanos), Léo Fachin (Avante), Jaqueline Cassol (PP), Benedito Alves (PSDB), foto à esquerda, Jaime Gagatolli (PL) e Daniel Pereira (SDD). 

Câmara Federal 

Elias Rezende

Fátima Cleide (PT) e Elias Rezende (União Brasil), Thiago Flores (PSD), Maria Simões (PL), Luiz Cláudio (PL), Alessandra Lunas (PT), Ramon Cujuí (PT), Samuel Costa (PCdoB) e Almir Suruí (PDT), são alguns dos nomes.

Assembleia Legislativa

Vereador Fogaça

Já para deputado estadual teremos: Estenio Junior (PSDB), Everaldo Fogaça (Republicanos), Hermínio Coelho (PT), Sid Orleans (PT), Vandeir Leite (PT), Bosco da Federal (PL), Ieda Chaves (União Brasil), Luiz Paulo (PP), Fatinha (PT), Dra Taíssa (PSC), Zequinha Araújo (MDB), dentre outros.

Radicalizou

O ex-petista e lulista deputado estadual Ribamar Araújo (PL-RO)  agora é bolsonarista. Na contramão da história, o ex-petista raiz esteve em um evento do Partido Liberal (PL), no último sábado (14), em Ji-Paraná. Ribamar fez questão de tirar fotos com Magno Malta (ex-senador pelo Espírito Santo e pastor) e Marcos Rogério (senador e pré-candidato ao Governo do Estado).

Chaves exonerou

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), exonerou toda a equipe de comunicação dele.

Visita à Sefin

O advogado tributarista Breno de Paula, esteve ontem em audiência com o secretário de Finanças do Estado de Rondônia, Luís Fernando. Em pauta a defesa do setor produtivo e a melhoria do ambiente de negócios em Rondônia e no Brasil. Breno é uma das maiores referências nacionais no setor tributário.

Garimpo da morte

No território yanomami, estima-se que haja até 20 mil garimpeiros. A atividade ganhou visibilidade nas últimas semanas após denúncias de violência sexual contra mulheres e meninas indígenas. O garimpo também está associado à presença de facções criminosas no território e à contaminação de indígenas por mercúrio. Em Rondônia não é diferente. Durante o governo Bolsonaro a atividade garimpeira ganhou salvo conduto para fazer o que quiser, até matar se preciso for.

Único da bancada

O senador Confúcio Moura (MDB-RO) é o único parlamentar da bancada federal de Rondônia a defender o meio ambiente. Recentemente ele manifestou preocupação com o aumento do desmatamento na Amazônia e os conflitos de grileiros e garimpeiros contra indígenas. Para ele, todos esses confrontos são injustificáveis, já que existem formas de desenvolvimento sem agredir o meio ambiente.

Novas rotas

Pela primeira vez em sua história, o Porto Velho Airport, que faz parte da VINCI Airports, principal operadora de aeroportos privados do mundo, passou a oferecer voos diretos para Lábrea, no Amazonas. Já em agosto, rotas diretas para Ariquemes e Pimenta Bueno, ambas em Rondônia, também estarão disponíveis.

Privatização da Eletrobrás

Se já estava cara, a energia elétrica vai ficar hiper cara com a privatização que foi aprovada pelo conselho da empresa. Por enquanto o governo ainda pode baixar as tarifas, sob pressão popular. Mas, depois de privatizada, o povo só poderá reclamar pro bispo. Quem é de estados que já privatizaram, sabe do que estamos falando. Em Rondônia, a Energisa tem deixado a população quase falida.

Email da coluna: rkuppe@gmail.com