COLUNA ZONA FRANCA

0
553

                                  Bolsonaro X Bolsonaro

O maior adversário do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) é o cidadão Jair Bolsonaro. Ele é o único que vem fazendo oposição firme contra o próprio governo. Estamos falando aqui de um político bipolar, ou de dupla personalidade. Bolsonaro tem todos os sintomas. No início disse que era contra o Centrão e agora está “garrado”. Era contra o toma lá dá e agora não vive sem dar algo em troca da governabilidade. Disse que era contra o foro privilegiado e hoje blinda toda a família. Disse que era contra a corrupção e hoje é um dos mais corruptos. Disse que é a favor da liberdade da expressão mas manda prender adversários e jornalista calar a boca. Também disse que era contra as vacinas e hoje se diz o maior defensor.

Bolsonaro X Bolsonaro 2

O mais impressionante vem agora. Passou três anos e meio afirmando que não tinha culpa pelos constantes aumentos dos combustíveis, atribuindo sempre ao mercado internacional, mas agora se diz culpado. Olha o que Bolsonaro falou, que é grave: “O que eu acho que Petrobras poderia fazer, tem um artigo constitucional que fala da finalidade social da Petrobras. Não está sendo levado em conta. A paridade internacional só existe no Brasil. PPI não é uma lei, é uma resolução do Conselho [de Administração da Petrobras]. Se o Conselho achar que tem de mudar, muda, mas a população como um todo não pode sofrer essa barbaridade porque atrelado ao preço do combustível está a inflação e poder aquisitivo da população está lá embaixo”. Quer dizer, após três anos e meio, no finalzinho do mandato dele, ele se declara culpado por não ter tomado uma atitude.

Lula estava certo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vem culpando Jair Bolsonaro por causa do aumento da inflação no Brasil. “Metade da inflação é por causa dos preços controlados, energia elétrica, diesel, gás, gasolina. Esse presidente da República é um fanfarrão, só sabe contar mentira. Por isso, prefere não dar entrevista, faz live”, disse o petista em Juiz de Fora (MG). Para Lula, bastaria a Petrobras querer para os preços baixarem. Durante os governos petistas a gasolina subiu poucas vezes durante 13 anos.

Lula estava certo 2

Foi no governo Temer (após o golpe de 2016), começou a putaria da Paridade de Preço Internacional (PPI). Foi durante o governo Temer a maior greve de caminhoneiros do País. Fizeram greve quando o diesel estava a R$ 3 reais. E agora, a R$ 5 reais os caminhoneiros bolsonaristas só ameaçam, mas não se movem.

Militares assassinos

Policial é sequestrado e morto por militares após briga com dono de ferro-velho no Rio

Quatro militares foram presos, neste domingo (15), por envolvimento no assassinato do policial civil Renato Couto de Mendonça (foto), no Rio de Janeiro. Entre os presos estão dois sargentos e um cabo da Marinha. De acordo com as investigações, o crime aconteceu após a vítima ter uma desavença com o dono de um ferro-velho, localizado na Praça da Bandeira. O filho do proprietário do ferro-velho, um militar da Marinha, junto com outros colegas, sequestraram o agente em uma viatura oficial da Marinha. A equipe da 18ª DP recebeu a informação, realizou diligências e identificou os autores, que foram presos. É impressionante o quanto militares estão se envolvendo com a criminalidade. Não só no Rio, como em todo o País.

Revogaço

O ex-presidente  Lula vai propor em seu programa de governo um novo pacto com entes federados (estados e municípios) com o objetivo de revogar leis e medidas que foram adotadas pelo governo de Bolsonaro, dentre elas a implantação da gestão integrada com militares em escolas públicas; leis que limitam os investimentos na educação – como a Emenda 95, que instituiu o teto de gastos; intervenções do governo federal no Conselho Nacional de Educação (CNE); permissões de terceirização de serviços da educação para organizações sociais com caráter privatista; e o que chamam de “desmantelamento” de políticas de inclusão de minorias.

Tancredo Neves

 A Comissão de Educação Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o Projeto de Lei nº 3.778/2021 que declara o ex-presidente Tancredo de Almeida Neves, Patrono da Redemocratização Brasileira. A proposição relatada pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO) foi aprovada por unanimidade e agora vai à sanção.

Aposta do PT-RO

O PT de Rondônia tem como prioridade a eleição de representantes para o  Congresso Nacional e eleger deputados estaduais. Para o Senado, o pré-candidato é Ramon Cujuí. Já para federal, muitos nomes bons de votos, dentre eles, o da ex-senadora Fátima Cleide, Alessandra Lunas e Gervano Vicente. Já para a Assembleia Legislativa o PT deve apostar em Hermínio Coelho, Sid Orleans, Vandeir Leite e Fatinha.

Expedito e Bagattolli

Capaz de sair dois candidatos ao Senado apoiando Marcos Rogério (PL) ao governo. Pelo andar da carruagem, tanto Expedito Júnior (PSD) quanto Jaime Bagatolli (PL) deverão sair ao Senado. No último sábado o pré-candidato ao governo Marcos Rogério conseguiu reunir sob o mesmo teto os dois postulantes, demonstrando assim, poder de união. E ainda esperam a adesão de Jaqueline  Cassol (PP).

Tchau Poeira

O programa “Tchau Poeira” é um dos pontos fortes do  governo Marcos Rocha.  O programa foi implementado pelo ex-diretor geral do DER, Elias Rezende. Nesta foto, Rezende e o governador, em Cacoal: “Trabalhar ao lado de uma pessoa tão inspiradora e que acredita no seu trabalho é uma dádiva. Esses dias foi uma honra poder acompanhá-lo na visita a cidade de Cacoal, para ver de perto o trabalho de recapeamento das vias que estão no projeto Tchau Poeira”. 

Nomes para o Senado Federal

Os nomes fortes para o Congresso Nacional. Benedito Alves (PSDB), Léo Fachin (Avante), Expedito Júnior (PSD), Ramon Cujuí (PT), Jaqueline Cassol (PP), Jaime Bagattoli (PL) são os pré-candidatos ao Senado Federal neste momento, por Rondônia.

Nomes a Federal

Esses nomes a deputado federal são alguns dos que despontam nas pesquisas e consumo interno. Estão bem divulgados pela mídia os seguintes pré-candidatos: Fátima Cleide (PT), Elias Rezende (União Brasil), Thiago Flores (PSD), Maria Simões (PL), Luiz Cláudio (PL), Alessandra Lunas (PT), Samuel Costa (PCdoB) e Almir Suruí (PDT). 

Nomes para Estadual

Já para deputado estadual teremos: Estenio Junior (PSDB), Everaldo Fogaça (Republicanos), Hermínio Coelho (PT), Sid Orleans (PT), Vandeir Leite (PT), Bosco da Federal (PL), Fatinha (PT), Dra Taíssa (PSC), Zequinha Araújo (MDB), dentre outros.

Email da coluna: rkuppe@gmail.com