Coluna do RK- Bastidores da política nacional e regional

0
315


Por Roberto Kuppê (*)

                      Contagem regressiva…

Faltam três dias para o Brasil decidir se vai rumo ao inferno ou caminha para o desenvolvimento com programas sociais e respeito aos direitos humanos. Esta ilustração ao lado é um exemplo de como seria um governo Bolsonaro, onde o ódio, a violência gratuita, o preconceito, a homofobia estarão na ordem do dia. O articulista que vos rescreve até perdoa as pessoas influenciadas a votar neste capitão do mato, sem saber quem realmente ele é. Mas, não perdoa pessoas bem esclarecidas, formadas e com opinião, apoiar este tipo de candidato que só trará tristeza, angústia e morte! O articulista sentiu na pele quando estava na noite de terça-feira no Micharias (soparia na Pinheiro Machado, em Porto Velho). Um casal e mais uma pessoas estavam na mesa ao lado discutindo futebol. De repente, um deles vem até à mesa onde estou e pergunta: “Em quem vocês vão votar para presidente?”. Pelo porte do bombado, logo percebi que ele era do “coiso”. Sem titubear, o articulista que vos escreve disse: “Eu em Haddad!” Pra quê!!! No segundo seguinte, a mulher do bombado salta sobre a nossa mesa e começa a disparar palavrões de uma maneira incomum. Ouvimos seus brados pacientemente, quando resolveram ir embora. Foi um sufoco! Bom, na mesa deste articulista estava um que votará no Ciro e o outro, indefinido (não votará no Haddad de jeito nenhum).

                              Excrementos

É só o que eles sabem fazer: maldades. Candidatos do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, arrancaram placa que homenageava Marielle Franco no Centro do Rio de Janeiro. A ex-vereadora pelo PSOL e o motorista Anderson Gomes foram assassinados em 14 de março, na capital fluminense.

                                   Bolsonaro, o sem creches

Marina Silva (Rede), Meirelles (MDB), Alckmin (PSDB), Boulos (PSOL), Haddad (PT) e até o Amoedo (Novo) prometem milhões de creches. Só o fascista não, porque creche não é obrigação do Estado e sim dos pais, segundo ele.  O vice dele, general linha dura, quer acabar com o décimo terceiro, além de mudar a Constituição no gabinete da presidência.  Bolsonaro faz de Alckmin, o ladrão de merendas, um anjinho. É melhor jair mudando de voto, meus caros.

Para o Senado, vote em….

Com a eleição de Confúcio Moura (MDB) garantida segundo todas as pesquisas, três candidatos disputam a segunda vaga com chances. Fátima Cleide (PT), Jesualdo Pires (PSB) e Pastor Aluízio Vidal (Rede), número 180. Não votem em Raupp (chega!).

Diga não, também!

Votaram contra dos direitos do trabalhador. Votaram a favor de Michel Temer. Votaram contra a saúde, educação, segurança. Com exceção de Expedito Netto (PSD), o ÚNICO que enfrentou Michel Temer.

                               Lutando a favor dos mais fracos

Sem dinheiro, mas com muita fé e esperança. O candidato a deputado estadual Raimundinho Bike Som (PHS), é gente da gente e merece ser eleito.

                                      Lutando pela cultura

O grupo “Bora lá” de Luciana Oliveira no Zap tem muitos seguidores

Esta é a incansável ativista, Luciana Oliveira (PSB), candidata a deputada estadual. Fez uma campanha limpa e propositiva. Ganhou muitas adesões, de todos os rincões de Rondônia. Deverá surpreender nas urnas. É rondoniense, da capital. É mulher!

                                Lutando pela educação

Este é Tiago Lins, da Rede. Professor do IFRO. Abnegado, simples, batalhador. Merece os votos de quem quer uma educação de qualidade em Rondônia.

                                     Lutando pelos policiais

Ele é um dos representantes da classe policial nesta campanha. Ady Alves (PRB), é candidato a deputado estadual.

                               Olakson Pedrosa, do IFRO é federal

Este é Olakson Pedrosa, candidato a deputado federal pela Rede. Único candidato do IFRO a federal.

                              Edson Martins, defensor do esporte

Este é Edson Martins (MDB), deputado estadual, candidato à reeleição. Merece voltar por defender o esporte.

Lohanny, para estadual

Esta é Lohanny, filha do amigo Edson Silveira. A menina está voando muito. Pode ser eleita deputada estadual.

 

                                 Taís Benito, para estadual

Engenheira, ativista e mulher. O parlamento rondoniense precisa melhorar sua representatividade. Bons nomes surgindo. Taís Benito, um nome a considerar para deputada estadual.

 

Maria Simões, de Cacoal

Esta é a guerreira de Cacoal, que sai a federal. Lutado contra os gigantes e contra o fogo amigo também. Maria Simões, para deputada federal.

Fatinha e Manoel do Sintero

Esta dupla merece ser eleger. Fatinha para deputada federal e Manoelzinho do Sintero, para estadual.

 

(*) Roberto Kuppê é articulista político ([email protected])

 

 

 

 

 

Facebook Comments