Coluna do RK- Bastidores da política nacional e regional

0
1666


Por Roberto Kuppê (*)

Pimenta, o vencedor!

Se houve um vencedor no debate de ontem, no SBT (TV Allamanda), este foi o candidato ao governo, Pimenta de Rondônia (PSOL-PT). Ele foi firme nas perguntas, nas respostas e nas explicações. Ao contrário do que muitos esperavam, foi comedido, tranquilo, sem perder a aspereza, afinal, é um esquerdista. Na foto, Pimenta de Rondônia confabula com os candidatos Vinícius Miguel (Rede) e coronel Charlon (PRTB). O trio ensaiou entrar no debate trocando passes.

Coronel Marcos Rocha, o perdedor!

E, se houve vencedor, houve perdedor também. O candidato com o pior desempenho no debate da TV Allamanda foi o representante do Bolsonaro, coronel Marcos Rocha (PSL). Sobre o meio ambiente ele deu a pior resposta: é a favor do desmatamento e contra as áreas de preservação ambiental, etc. Por falar em meio ambiente, a coluna flagrou hoje de manhã esta propaganda irregular do candidato Marcos Rocha em um viaduto, o que é expressamente proibido. Ô MP, cadê você?

Expedito, bem assessorado

Quem estava bem assessorado no debate foi o candidato Expedito Júnior (PSDB), que levou a tiracolo o marqueteiro Paulo de Tarso, do Rio de Janeiro, que já fez campanha para tucanos de alta plumagem como FHC e Aécio Neves. PT é um dos responsáveis pelo bom desempenho de EJ nas pesquisas. Em bate papo informal com este colunista, Paulo de Tarso disse que sem um bom produto não existe bom marqueteiro. No caso, o bom produto seria Expedito Júnior.

Fotos Marcelo Gladson

Além de Paulo de Tarso, Expedito estava acompanhado do jornalista e advogado Robson Oliveira. Na foto acima, este articulista com o trio Paulo de Tarso, Expedito e Robson, na chegada para o debate.

 

Conexão Rondônia

Nos bastidores do debate, o todo elegante e compenetrado jornalista Evanilson Frazão. Ele é o âncora do programa Conexão Rondônia, do site líder em audiência, Rondoniaovivo.com. Frazão morou muitos anos na Europa, especificamente no Reino Unido.

 

Marinha Raupp, a gulosa

Impressiona o volume de recursos recebido pela candidata à reeleição, deputada federal Marinha Raupp (MDB). Ela recebeu do partido à guiza de financiamento de campanha, a singela quantia de R$ 2 milhões e 300 mil reais. Algo como 2.300 salários mínimos, que um cidadão comum levaria 2.300 meses para receber, ou seja, 191 anos. Para se ter uma ideia, o candidato ao governo do MDB, Maurão de Carvalho, recebeu apenas R$1.413.816,32! Já o candidato ao governo pelo PDT, Acir Gurgacz, recebeu apenas R$ 1 milhão da direção nacional do partido.

Queremos explicações, Rosária Helena!

A candidata a deputada federal Rosária Helena (PROS-Ouro Preto do Oeste), declarou que recebeu R$ 424 mil reais do PROS, partido dela e, R$ 405 mil reais da Direção Nacional do Partido dos Trabalhadores. Se estiver correta a informação prestada pela candidata, é a primeira vez que um partido de esquerda faz doação para uma candidata de partido de direita, sem ao menos estarem coligados. O PT está coligado apenas com o PSOL em Rondônia. Ou o PT nacional está investindo em uma bancada multipartidária pra dar sustentação ao Haddad ou trata-se de um erro de digitação.

O caso Acir Gurgacz

O julgamento do candidato ao governo de Rondônia, senador Acir Gurgacz (PDT) no STF foi adiado por determinação do ministro Alexandre de Moraes, presidente da Primeira Turna sem data para retorno à pauta daquela Corte. Enquanto o STF não se pronunciar e gerar o acórdão o TSE fica em tese amarrado. Em off, um juiz eleitoral de Rondônia disse ao colunista que o caso de AG é diferente do caso Lula, que, certamente ele logrará êxito nas instâncias superiores. A conferir.

Professor Olakson Pedrosa! Presente!

O candidato a deputado federal Olakson Pedrosa (Rede), se eleito for, entrará para a história política de Rondônia. Caminhando sem um centavo de verba do fundo para financiamento de campanha ele está por conta nestas eleições. No interior dorme na casa de amigos e o combustível que usa no veículo dele para viajar é pago com parte do salário como professor. Na semana passada, Okakson Pedrosa visitou comunidades ribeirinhas do baixo madeira. Há 6 anos ele desenvolve projetos de saúde e ambiente na região. Professor Olakson representa a comunidade IFRO e carrega a bandeira da Educação como uma de seus principais propostas.

Super Haddad

Impressionante a subida à jato do candidato à presidência da República, Fernando Lula Haddad. De míseros 4% há menos de 20 dias, para os inacreditáveis 19% divulgados ontem pelo Ibope. Se continuar assim, ele termina a campanha à frente de Bolsonaro, quiçá, levando no primeiro turno. Transferência de votos de Lula realizada com sucesso!

Dupla Alckmin & Meirelles

A dupla Alckmin & Meirelles, duas apostas de Michel Temer, é um fracasso de público e de crítica. O primeiro bate em Lula e o segundo, defende o legado do petista que criou 10 milhões de empregos, segundo o próprio Meirelles. Alckmin bate no PT como se o partido estivesse no governo atualmente. Não, Alckmin! O PT deixou o governo em 2016 através de um golpe do qual o seu partido, PSDB, foi um dos financiadores e avalistas. Em 24 de agosto de 2017, o próprio Aécio Neves declarou: “O apoio que damos ao governo Temer se dá em torno das reformas, agenda que foi apresentada pelo PSDB”. Com o STF com tudo!

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político ([email protected])

Facebook Comments