Coluna do RK- Bastidores da política nacional e regional

0
1217


Por Roberto Kuppê (*)

Expedito Júnior

A coligação do candidato ao governo de Rondônia, Expedito Júnior (PSDB) é a que terá o maior número de deputados federais no palanque. Expedito Netto (PSD), Garçom (PRB), Mariana Carvalho (PSDB) e Marcos Rogério (DEM), somando mais de 200 mil votos. Já a coligação de Maurão de Carvalho terá Marinha Raupp e Lúcio Mosquini, ambos do MDB, somando pouco mais de 100 mil votos. A coligação de Acir terá também dois deputados federais, Capixaba(PTB) e Luiz Cláudio (PR), com menos de 100 mil votos.

Cassol cassado, Fátima no Senado

A ideia é deixar o ex-senador Ivo Cassol (PP-RO), efetivamente sem mandato antes das eleições. Nesse sentido a ministra Carmen Lúcia que vai deixar o STF, enviou ontem, 8, ofício ao presidente do Senado, Eunício de Oliveira (MDB-CE), para que tome providências. Se tudo der certo, quem assume por quatro meses seria Fátima Cleide (PT), voltando ao Senado quase dez anos depois.

Fátima no Senado 2

Falando na petista, sai hoje o resultado final dos recursos apresentados pela Executiva Estadual, em Brasília. Fátima Cleide, a principal interessada, está acompanhando na Executiva Nacional. Se tudo der certo para a única mulher na disputa pelo Senado, haverá uma carreata em Porto Velho assim que Fátima chegar no aeroporto.

Apenas uma mulher

No meio de tantos feminicídios, injustiças e impeachment contra Dilma, as mulheres continuam com pouca participação na política rondoniense. Prova disso é a única mulher candidata ao Senado Federal, Fátima Cleide. Isso se o Padre Ton deixar. No âmbito do Executivo, nenhuma candidata mulher para vice-governadora também.

                                              Blá blá blá

Grupo do Padre Ton administrado por Edi Reis, acaba com o grupo de Whatsapp, com dirigentes e filiados do PT de todo Estado, mudando o nome do grupo de “Eleições PT 2018” para “blá blá blá”. A atitude irresponsável e antidemocrática foi tomada logo após a presidente nacional do PT informar ao Padre Ton, presidente em exercício, que ele teria que cumprir a resolução nacional, que determinou coligação de esquerda e Fátima Cleide ao Senado.

O vice dos sonhos

Wagner Garcia será o vice de Maurão de Oliveira

O candidato ao governo de Rondônia, Maurão de Carvalho (MDB) deu um tiro certeiro ao escolher Wagner Garcia (MDB) como candidato a vice governador. Na verdade, o nome de WG vinha sendo trabalhado há anos tanto para emplaca-lo como vice ou até mesmo como candidato ao governo. O candidato pedetista ao governo, Acir Gurgacz bem que tentou fisgá-lo, mas dependeria da desistência de Maurão que não desistiu e passou a ser um forte concorrente com apoio integral de Confúcio Moura, que é candidato ao Senado Federal. Agora Maurão tem conteúdo para apresentar no programa de TV.

Neodi do avião

Falando em vice, enquanto Maurão ganha um de peso, Acir Gurgacz perde o dele, que não era assim, uma coca-cola em virtudes. Na versão oficial, Neodi estaria impedido de ser vice por ter exercido a função de radialista há duas semanas, quando ele deveria ter deixado há mais de um mês. Menos mal. Acir corre atrás de outro vice à altura.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments