Coluna do RK- Bastidores da política nacional e regional

0
1706


Por Roberto Kuppê (*)

Ivo Cassol, condenado

Raupp e Ivo Cassol recebem pensão vitalícia ilegalmente

O Diário da Justiça Eletrônico (DJE) publicou ontem, 6, o último passo para que o ex-senador Ivo Cassol (PP-RO) cumpra pena. Cassol foi condenado à 4 (quatro) anos de detenção, em regime aberto, substituída por uma pena restritiva de direitos, consistente em prestação de serviços à comunidade, e por outra pena de multa, no valor de R$ 201.817,05 (duzentos e um mil, oitocentos e dezessete reais e cinco centavos). A ministra Carmen Lúcia determinou que expeça-se guia de execução penal, a ser cumprida pela Vara de Execução Penal de Brasília/DF, “a quem delego a competência para a imediata determinação das providências cabíveis”.

Demora fatal

Depois de tanta luta e audiências no Tesouro Nacional e no Tribunal Superior do Trabalho (TST), além da AGU, o Setor de Orçamento e Finanças do TRT (SOF), até agora não entregou para o juiz da segunda vara do trabalho, José Roberto, o processo de volta para que possa expedir os Alvarás. Nesse caso, a demora, desrespeita a célere atitude do presidente do TST, João de Brito, que de forma inédita, repassou ao TRT 14, no mesmo dia em que o Tesouro Nacional enviou os recursos para aquela instituição, porque entendeu que as pessoas estão necessitando receber o mais rápido possível sob pena de morrerem de tanto esperar.

PT fecha com PSOL e ainda espera PCdoB

Fátima Cleide com Pimenta de Rondônia (PSOL) e Paulo Benito

Ontem a tarde o PT (ala de Fátima Cleide) bateu o martelo. O jornalista Paulo Benito será o vice de Pimenta de Rondônia, do PSOL. O PCdoB que mudou a ata várias vezes, mantém posição de se aliar ao dono da Cascavel. O comunista Pantera aliado ao capitalista Acir. Quem sai ganhando com isso é o PSOL, que ganha preciosos 15 minutos de TV. E Fátima, claro, que finalmente poderá disputar o Senado Federal.

Maurício, o vice

Maurício Carvalho, vereador eleito, 30 anos

Maurício Carvalho (PSDB) tornou-se vice na chapa de Expedito Júnior (PSDB) por vários motivos, além da juventude e por ser irmão da deputada federal Mariana Carvalho (PSDB). Com receio de Maurício receber um caminhão de votos, poderia se eleger deputado estadual e deixar de fora deputados que buscam reeleição como Laerte Gomes (PSDB) e Adelino Follador (DEM). Falando em Expedito Júnior, ainda repercute a histórica convenção que marcou a arrancada pela disputa ao governo de Rondônia.

Maurão e Raupp vaiados

Mico. Maurão de Carvalho foi à convenção do Podemos, acompanhado do senador Valdir Raupp, que ao ser anunciado no microfone por Léo Moraes, recebeu uma longa vaia do público. Raupp, temendo ser vaiado novamente, preferiu não usar a palavra e teve que sair às pressas da convenção. Fonte e foto: Diário da Amazônia.

Exemplo de humildade e trabalho

Esse é o cara. Candidato a deputado estadual pelo PHS. Raimundinho Bike Som que mantém a rotina há anos, de acordar as 5 da manhã e apontar os problemas da Capital. Esse merece e vai ser eleito. Bike Som é suplente de vereador. O titular do mandato não arredou o pé nem um segundo para que Bike Som assumisse. Agora, Raimundinho será deputado estadual.

 

O triplex de Lula

A direção do PCdoB retirou a candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência, para se coligar ao PT que lançou Lula para presidente e Fernando Haddad de vice. Conforme o acordo dos comunistas e petistas, a deputada ficará como uma espécie de “vice reserva”. Se a candidatura de Lula for impugnada pela Lei da Ficha Limpa, por estar condenado em segunda instância no caso Triplex, Haddad será candidato e a comunista vice. Se Lula for confirmado, Haddad abrirá mão da candidatura para Manuela ser vice. A legislação permite a troca de candidatos até o dia 17 de setembro, 20 dias antes das eleições. Fonte: Marco Eusébio.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments