Coluna do RK- Bastidores da política nacional e regional

0
939


Por Roberto Kuppê (*)

Véspera de decisões

O Brasil se prepara para enfrentar a Bélgica pelas quartas de finais. Não vai ser jogo fácil, mas, acredito na vitória do Brasil. Na sucessão estadual as estratégias se assemelham a um jogo de xadrez. Cada um joga sua vez para sentir a reação do adversário. Mudando para baralho, o governador de Rondônia, Daniel Pereira (PSB) é o único com um Coringa nas mãos. Poderá ser candidato à reeleição ou ser conselheiro vitalício do TC. Já o ex-senador Expedito Júnior (PSDB) está se sentindo acuado, no bom sentido. Do grupão formado, é o único que poderá capitanear uma candidatura ao governo. E será.

Quem irá para o segundo turno?

Maurão de Carvalho (MDB), Expedito Júnior (PSDB), Acir Gurgacz (PDT), Vinícius Miguel (Rede), Paulo Benito (PT), Pedro Nazareno (PSTU), José Jodan (PSL), Pimenta de Rondônia (PSOL) ou Ivo Benitez (PSDC)? Daniel Pereira (PSB) que dá toda pinta de que será candidato, não entrou na lista por estar condicionado à candidatura de Acir.

Lula lá?

A coluna não nutre nenhuma ilusão de que vão deixar o ex-presidente Lula se candidatar. Só um evento apocalíptico poderia reverter o quadro atual. O sistema se juntou para barrar Lula. Se não for Lula, um grupão de esquerda está se formando em torno de Ciro Gomes, do PDT.

Helicoca forever

O juiz substituto da 6ª Vara Cível de Brasília julgou improcedentes os pedidos de desvinculação do nome do senador José Perrella às palavras “helicoca”, “helicóptero” ou “cocaína” que remetem a publicação no site O Diário do Centro do Mundo, e de exclusão de vídeos na plataforma Youtube, que o liguem ao episódio de apreensão de drogas no interior da aeronave de sua família. O magistrado condenou o senador ao pagamento dos honorários aos advogados dos réus, em razão da perda da ação. O senador ajuizou ação contra a Google Brasil Internet Ltda e o Diário do Centro do Mundo, na qual narrou que em razão de um episódio em que a aeronave de sua família foi apreendida supostamente por ter sido utilizada para transporte de drogas, seu nome foi citado em investigação da Polícia Federal, e, mesmo restando comprovado que não tinha qualquer envolvimento, os réus teriam divulgado conteúdo difamatório, vinculando seu nome às palavras “helicoca”, “helicóptero” ou “cocaína”. A Google apresentou contestação e argumentou que não é a responsável pela retirada das manchetes questionadas pelo senador, além de ter defendido a existência de interesse público nas informações. O Diário do Centro do Mundo também se defendeu ao argumento de que a notícia decorre de fato notório e que não houve extrapolação à liberdade de informação.

MDB especialista

O MDB está craque em golpear os parceiros. Em nível nacional, ajudou a destituir a presidenta Dilma do poder. Em nível regional, trama para tirar o ex-governador Confúcio Moura da disputa pelo Senado.

Fátima e Jesualdo crescem

Enquanto isso, analistas políticos observam o crescimento das pré-candidaturas ao Senado Federal de Fátima Cleide (PT) e Jesualdo Pires (PSB). Ambos têm um currículo extraordinário. Fátima é a mãe da Transposição e, Jesualdo, o melhor prefeito de Rondônia.

Cuba, nota 10!

Um famoso apresentador do Globo News em Nova York disparou essa pérola: “as três únicas coisas que funcionam em Cuba são a educação, saúde e segurança”. Putz grila! É tudo que não funciona no Brasil!

Intervenção federal

A malfadada intervenção das Forças Armadas no Rio de Janeiro não surtiu efeito. Dinheiro e vidas jogadas fora. Mais pobres, negros, favelados e policiais foram mortos na Cidade Maravilhosa. Tudo porque a intervenção federal não atingiu o x da questão da violência no Rio de Janeiro: a corrupção nas polícias.

 

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments