Coluna do RK- Bastidores da política nacional e regional

0
1428


Por Roberto Kuppê (*)

Ufa! O Brasil venceu a Costa Rica

Venceu, mas não convenceu. Durante noventa minutos o Brasil prendeu a respiração. Não passava uma agulha no fiofó. Durante o início da prorrogação o desalento era grande e o empate com sabor de derrota e desclassificação já estava sendo assimilado como certo. Aí veio o milagre nos pés de Felipe Coutinho. E, no final dos acréscimos, Neymar desencalhou. Brasil 2×0, classificado para as oitavas. Mas, daí a dizer que vai passar para as quartas, são outros quinhentos. A camisa nova do colunista (veja a foto acima), deu sorte.

Realidade Brasil

Brasil ruim de bola e ruim para as crianças também. A intervenção federal de Temer no Rio produziu mais uma tragédia. Uma criança de 14 anos foi assassinada por um PM num blindado. “Ele não viu que eu estava com roupa de escola, mãe?” perguntou o menino, antes de morrer ao lado da mãe. “Quando eu cheguei à UPA (Unidade de Pronto Atendimento da Maré, para onde a vítima foi levada assim que baleada), meu filho estava vivo e falou ‘mãe, eu sei quem atirou em mim, eu vi quem atirou”. Eu perguntei quem tinha atirado e ele: ‘foi um blindado, mãe, que não viu minha roupa de escola’. “Eu fiquei com meu filho esperando a ambulância por uma hora. Uma senhora da limpeza é que me contou que a polícia não tinha deixado a ambulância entrar (na favela). Depois houve uma ordem superior e a ambulância entrou, mas ele já estava roxo, estava morrendo na minha frente”. Ninguém vai pagar pela morte deste inocente. Nem nas eleições. O eleitor desorientado vai votar em algum miliciano para deputado estadual, federal ou senador. O governador será eleito com apoio do narcotráfico. E tudo vai continuar como está.

Deputados entreguistas

Marcos Rogério, da bancada evangélica entreguista

Não basta votar contra a soberania do Brasil. Tem que justificar. O deputado federal Marcos Rogério (DEM-RO), não só votou a favor de entregar o pré-sal para os estrangeiros, como justificou: “Sem a parceria com outras empresas, a Petrobras não tem condições de explorar o petróleo da Bacia de Santos. A Petrobras não dá conta de executar a exploração”, disse o deputado Marcos Rogério. Que país sério, soberano e preocupado com seu povo e o desenvolvimento do país entregaria reservas petrolíferas a estrangeiros? O Brasil, sob o governo do presidente Michel Temer (MDB). Foi isto que a Câmara dos Deputados fez no início da noite de quarta-feira (20) ao aprovar, por 217 votos a 57 e 4 abstenções, o PL 8.939/17, do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), que autoriza a Petrobras a negociar com outras empresas parte dos seus direitos de exploração de petróleo do pré-sal na Bacia de Santos, área cedida sem licitação pela União em 2010, por meio de cessão onerosa. Além de Marcos Rogério, os deputados Lúcio Mosquini e Mariana Carvalho votaram pela entrega de nossas riquezas. Os demais deputados se esconderam para não votar SIM, mas ajudaram na aprovação ao não votarem NÃO! Veja aqui como votou cada deputado do Brasil.

Lucio Mosquini MDB Sim
Luiz Cláudio PR Abstenção
Marcos Rogério DEM Sim
Mariana Carvalho PSDB Sim

 

Candeias, rima com cadeia

Chico Pernambuco ao lado do atual prefeito, Luiz Ikenohuchi

O município de Candeias do Jamari (RO), deve ser o único do Brasil a ser administrador por um vice-prefeito suspeito de ser o mandante do assassinato do prefeito da cidade. O impressionante é que o povo (vereadores, mídia, etc) já aceitou a situação. Enquanto isso, o laranja, suspeito de ser o co-mandante do crime, Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema, segue foragido.

 Cassol vai começar a cumprir pena alternativa

Nos próximos dias o ex-senador Ivo Cassol (PP-RO)  deverá iniciar o cumprimento da pena de prestação de serviços à comunidade. A aplicação da pena será diária durante quatro anos e oito meses. As penas de prestação de serviços variam de limpeza de escola, limpeza de órgão público, pintura, manutenção, etc. A decisão de como será realizada a prestação de serviços diariamente caberá à própria presidente do STF, ministra Carmen Lúcia. No mesmo dia em que o Supremo Tribunal Federal determinou a IC o cumprimento imediato da pena de 4 anos em regime aberto a que foi condenado, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, voltou a pedir à Corte que assegure a efetividade da decisão. “Renovo o pedido apresentado (de execução da pena aplicada aos sentenciados), inclusive com intimação dos réus para recolhimento da pena de multa”, escreveu Raquel Dodge. A Coluna do RK já tinha antecipado que isso ia ocorrer.

Eleições 2018: PPS+Rede

Vinícius Miguel vai participar de debates

Em Rondônia, o PPS se juntou à Rede Sustentabilidade. A Rede vai indicar o candidato ao governo e um ao Senado, Vinícius Miguel e Aluízio Vidal, respectivamente. Já o PPS, vai indicar o vice, Jaime Kalb e também, um candidato ao Senado, o policial Bosco da Federal. A união dos dois partidos vai dar tempo na TV à Rede e possibilitar que Vinicius Miguel participe de debates.

 

PSB exige que DP seja candidato

Um dirigente da executiva nacional do PSB confidenciou a um jornalista de Brasília que o partido vai exigir que o governador de Rondônia, Daniel Pereira, seja candidato à reeleição. Cá pra nós. Não precisava nem exigir. DP tem obrigação de sair candidato. A menos que esteja sendo ameaçado de alguma forma. Ultimamente o governador tem sido visto ao lado do presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB), que é pré-candidato ao governo de RO. Ele, porém, já havia hipotecado apoio à candidatura do senador Acir Gurgacz (PDT). A coluna não conseguiu contato com o governador para esclarecer estas questões.

Expedito

Quem está se movimentando para sacramentar o nome dele na disputa pelo governo de Rondônia é o ex-senador Expedito Júnior (PSDB). Ele quer chegar na convenção como candidato único do partido. EJ tem um trunfo a favor: terá o apoio do ex-senador Ivo Cassol (PP), que estava sendo o favorito nas pesquisas. Como IC está impedido de sair candidato, o governo de Rondônia caiu no colo de EJ.

PT em ascensão

Os pré-candidatos ao governo de Rondônia, Paulo Benito e ao Senado Federal, Fátima Cleide, ambos do PT, estão comemorando os pontinhos nas principais pesquisas de opinião pública. PB já está entre os cinco primeiros e FC, entre os três mais votados pelos entrevistados. Fátima Cleide que é nascida em Porto Velho, nunca mudou do Conjunto Jamari. Hoje trabalha na Escola da Apae, em Porto Velho. É a mãe da Transposição que trará uma economia de R$  40 milhões por mês aos cofres públicos. E por falar em PT de Rondônia, dia 30 de junho (um sábado), o partido realiza encontro denominado Lula Livre, em Ji-Paraná. Veja o convite gravado por Fátima Cleide:

 

Jesualdo senador

Ao contrário do que muitos articulistas estão publicando, o ex-prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires (PSB) é candidatíssimo ao Senado Federal. Não será candidato ao governo não. A primeira opção do PSB é Acir Gurgacz, do PDT. A segunda, no impedimento (quase certo) de AG, será mesmo Daniel Pereira.

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

 

 

 

Facebook Comments