Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

0
714

Por Roberto Kuppê (*)

Cautela evita mortes

Sem terras estão com medo de serem vítimas de mais uma chacina

Há uma semana dois PMs, um da ativa e outro da reserva, foram mortos por pistoleiros. De pronto acusaram sem terras e a LCP. Até o presidente Bolsonaro fez essa alusão. Mas, o fato é que a verdade é outra. A PM de Rondônia que perdeu dois valorosos profissionais, está agindo com cautela, pois investigações dão conta de que o bando que cometeu os crimes está bem armado e é extremamente perigoso. Sem terras estão apavorados pois podem ser vítimas de mais uma chacina. Porque o galho só quebra do lado mais fraco.

Vai entrar na pauta?

Será que conflitos agrários vão entrar na pauta dos candidatos a prefeitos? É um assunto espinhento e quase ninguém quer se meter. Só o PT se mete nessas questões de reforma agrária.

Nova Mamoré

Em Nova Mamoré a briga pela prefeitura está acirrada, mas o herdeiro do atual prefeito professor Claudionor (PDT), que não quis sair à reeleição, Dr. Welisson (PDT) está muito bem na campanha e poderá ser eleito.

Guajará-Mirim

Prefeita e Vice-prefeita de de Guajará-Mirim: Lilian e Gil. O PT vem com tudo.

Em Guajará-Mirim a briga está entre três mulheres: Profa. Lílian (PT), Dra. Taíssa (PV) e Raíssa (MDB). Os candidatos homens estão sendo deixados de lado nestas eleições. Será que vai dar uma mulher desta vez?

Maria Simões

E falando em mulher, a vereadora Maria Simões (PR), vice-presidente da Câmara Municipal de Cacoal, assumiu ontem a prefeitura, por ordem do Tribunal de Justiça de Rondônia. O desembargador Roosevelt Queiroz, ordenou que a Câmara Municipal de Cacoal desse posse à Simões, uma vez que o presidente da Câmara Valdomiro Corá, não aceitou ser prefeito. A prefeita afastada e presa, Glaucione Rodrigues (MDB), continua candidata à reeleição. A o registro dela foi deferido pela justiça, mesmo na cadeia.

E em Jipa?

Em Ji-Paraná, o registro da candidatura de Marcito (PDT) continua em julgamento. Ele também está preso. Por enquanto, a coluna não conseguiu obter informações sobre a sucessão na capital da BR. O silêncio é total das partes envolvidas. O ex-prefeito Jesualdo Pires (PSB) se afastou da contenda e está isolado na fazenda. Não quer se envolver no imbróglio. Certo ele.

Por que Vinícius é o alvo?

Vinícius Miguel

Quando se candidatou em 2018 ao governo de Rondônia, Vinícius Miguel (Cidadania), então no partido Rede, era um ilustre desconhecido das massas. Foi aparecendo e quase chega ao segundo turno, com mais de 100 mil votos, dos quais, 70 mil só em Porto Velho. São esses números que estão assustando os concorrentes. VM poderá chegar no segundo turno. Por isso está sendo alvo de fake news e ataques de todos os lados. O PDT com sua militância, está fazendo barricada para proteger Vinícius Miguel.

TED do PRTB
O Ministério Público Eleitoral requereu esta semana ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Rondônia a impugnação do registro de candidatura de Ted Wilson (PRTB), candidato a prefeito de Porto Velho por ter suas contas como gestor reprovadas. Ele teve as contas julgadas irregulares em duas Tomadas de Contas Especial do Tribunal de Contas do Estado quando era presidente da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia – FHEMERON. O PRTB é o partido do vice-presidente da República.

Big Boulos Brasil

Liderando as interações nas redes sociais e um dia após aparecer dividindo o primeiro lugar na pesquisa espontânea do Datafolha, o candidato do PSOL, Guilherme Boulos, iniciou uma espécie de “Big Brother” às 6h da manhã desta sexta-feira (9) e deve ficar online nas próximas 24 horas mostrando seu dia a dia. “Eu não tenho nada a esconder e as pessoas têm curiosidade de saber como é minha vida”, disse Boulos na cozinha de sua casa em Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, após voltar da padaria e começar a passar o café.

Big Pimenta Porto Velho

O candidato a prefeito de Porto Velho, Pimenta de Rondônia (PSOL), promete derreter em lágrimas os eleitores da Capital no horário político da TV. Assim como Boulos, o famoso Pimenta desta vez vem para marcar pontos nestas eleições, quiçá até chegar no segundo turno. Prestem bem a atenção nos programas dele. Estão sendo produzidos por profissionais do setor. O horário político na TV começa hoje, sexta-feira.

 

Vozes Latinas

Hoje o Canal @vozeslatinas abre espaço para destacar as candidaturas de quarto mulheres no Brasil. A candidata a vereadora por Porto Velho, Luciana Oliveira (PT), é uma delas. O programa vai ao ar a partir das 20 horas (horário de RO) no Instagram:

https://instagram.com/vozeslatinas?igshid=u5cknbi7g960

Tito Paz

A coluna destaca aqui o candidato a vereador Tito Paz (Patriotas). É isso mesmo. Apesar de defender Lula e ser anti-Bolsonaro, ele pertence a um partido de direita, que defende Bolsonaro. Tem lá seus motivos. É um excelente profissional, do setor policial do estado de Rondônia. Será um bom vereador.

 

 

Hérika tem site

A candidata a vereadora Hérika Fontenele (PL), acaba de lançar o site de campanha (clique AQUI). Como vimos defendendo candidaturas de mulheres, Hérika que é oriunda do setor social, é uma das excelentes opções. “Me chamo Herika Fontenele, sou Assistente Social, casada, mãe, Maranhense de nascimento e Rondoniense de coração, Estado que adotei para viver há 22 anos. Como servidora Pública, procurei sempre desempenhar atividades frente às políticas sociais, entre elas de saúde e assistência social, frisando que meu percurso profissional consolidou-se pela dedicação esforço nas políticas públicas voltadas à garantia de proteção social aos cidadãos, por meio de serviços sociais efetivos, os quais me conduziram ao cargo de Secretária de Estado da Assistência Social”.

Os (as) melhores candidatos(as)

Feita uma pincelada na lista, a coluna informa o nome de alguns bons candidatos a vereadores de Porto Velho: Dabson Bueno (MDB), Barbosinha (PL), Joelson (PCdoB), Sid Orleans (Cidadania), Tiago Lins (Cidadania), Cris Cézar (PSD), Bosco da Federal (PTB), Anísio Gorayeb (PSB), Arnaldo Buiú (PSD), Arimar Sá (Republicanos), Antônio Sávio (PDT), Cliver Heron (PV), Daiana Huff (MDB), Dr. Samir Coimbra (Avante), Fernando do Sintero (PT), Francimar Simão (PT), Geraldo Lima (PT), Givana Barros (PT), Itamar (PT), Itamar Gurgel (DEM), José Ironildo (PT), Moisés Ribeiro (PT), Professor Garivaldo (PT), Raimundo Nonato da CUT (PT), Ricca San (PT), Renata Evans (Cidadania), Silvia Sadeck Soares (Republicanos), William Home do Tempo (Podemos), Rosa Negra (PT), Paula Vlasak (PT), Chicão Santos (PSB), Chiquinho do Sintax (Avante) e Chiquinho do PT (PT).

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político