Por Roberto Kuppê (*)

Os humilhados serão exaltados

Viralizou nas redes sociais um vídeo em que um morador do condomínio, em Valinhos (SP), insultou o entregador  Mateus Pires, de 19 anos chamando-o de lixo e semianalfabeto. O riquinho afirmou que o trabalhador tinha inveja do condomínio em que ele mora e da sua cor. O caso repercutiu tanto, que em menos de 24 horas, o jovem entregador ganhou mais de 1 milhão de seguidores em seu perfil pessoal no instagram. O apresentador Luciano Huck conversou com o rapaz e prometeu uma moto de presente. Já o humorista Matheus Ceará (SBT), foi mais rápido e já deu uma moto de presente pro rapaz. Como diz na bíblia, os humilhados serão exaltados.

Outro caso, outro Matheus

Um outro caso de discriminação e racismo provocou indignação na sexta-feira (7) no Rio de Janeiro e ganhou as redes sociais. A vítima foi outro jovem negro, que queria dar um presente para o pai. Matheus, de 18 anos, chora toda vez que se lembra da humilhação e da violência que enfrentou. Tudo o que ele queria era trocar um relógio, um presente de R$ 269, divididos em oito vezes, que seu Josenildo ganharia no Dia dos Pais.  Matheus registrou queixa na delegacia e prestou depoimento durante uma hora. Desde o início da pandemia, ele tem trabalhado como entregador de aplicativo; sempre buscava encomendas em restaurantes do próprio shopping. Nunca foi incomodado, até aparecer por lá sem a mochila com a identificação do aplicativo, como um cliente comum, e com a embalagem de um relógio nas mãos. Matheus estava orgulhoso; era o primeiro presente para o pai com o primeiro cartão de crédito dele próprio.

Melhor senador de Rondônia

Essa semana o senador Confúcio Moura (MDB), por falar umas verdades sobre o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), foi criticada pela milícia virtual bolsonarista. Moura tem sido o melhor senador de Rondônia e do País, na questão do combate à pandemia que assola o País. É autor de dezenas de projetos e leis que ajudam no combate ao Covid-19, dentre eles o projeto (PL 3.491/2020) que cria linha de crédito para estudantes comprarem computadores e continuar as aulas a distância durante a pandemia. Na foto de Marcelo Gladson, este colunista com o senador durante a campanha eleitoral de 2018.

Máscaras são a solução ainda

Enquanto não vem a vacina, as máscaras são a única defesa neste momento, já que o isolamento social foi para o brejo. Porque com a máscara, a pessoa não passa e nem recebe o vírus, simples assim. O resto é esperar, rezar e seja o que Deus quiser.

Lula inocentado pela Globo

O jornal O Globo parece ter chegado à conclusão de que apenas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem capacidade para livrar o Brasil do perigo ditatorial representado por Jair Bolsonaro, que é também uma ameaça para a própria continuidade da empresa, uma vez que o bolsonarismo ameaça cassar sua concessão. No topo de uma de suas páginas neste sábado, o amigo deste jornalista que vos escreve, Ascânio Sêleme, um dos principais colunistas do jornal, estampa a manchete “Lula inocente” e anuncia a candidatura presidencial do ex-presidente em 2022. “Caberá ao Supremo decidir. Mas o que até outro dia parecia ser apenas um sonho dos petistas de raiz, hoje soa como possibilidade real. Se o Supremo entender que o ex-juiz Sergio Moro foi parcial no julgamento do ex-presidente no caso do triplex do Guarujá, Lula terá sua condenação suspensa, seus direitos políticos restabelecidos e poderá disputar a eleição presidencial de 2022”, diz Ascânio Sêleme.

                                       Cartas na mesa

A sucessão municipal de Porto Velho virou um jogo, sem cartas marcadas. Os jogadores são bons e, por enquanto, não há blefe. Duas cartas, Hildon Chaves (PSDB) e Léo Moraes (Podemos), ainda estão no baralho, mas podem ser descartadas nas próximas semanas. A pandemia tem sido um fator que está pesando para a decisão dos favoritos. Já os demais pré-candidatos estão com gás, não vendo a hora de começarem os jogos. Estão certas as pré-candidaturas de Vinícius Miguel (Cidadania), Ramon Cujuí (PT), Samuel Costa (PCdoB), George Braga/Williames Pimentel (MDB), Ciça Andrade (PSL), Cristiane Lopes (PP), coronel Ronaldo Flores (Solidariedade), Thiago Tezzari (PSD), Leonel Bertolini (PTB), Lindomar Garçom (Republicanos), Mauro Nazif (PSB), Fabrício Jurado (DEM) e Breno Mendes (Avante).

Pacto contra fake news

Um debate promovido pelo Blog da Luciana Oliveira, reuniu os pré-candidatos a prefeito de Porto Velho, Williames Pimentel (MDB), Ramon Cujuí (PT) e Vinícius Miguel (Cidadania). Falaram sobre a saúde pública, os impactos da pandemia na capital e a importância do Sistema Único de Saúde, o SUS. Os pré-candidatos firmaram um pacto de forças progressistas em defesa da democracia, contra discursos de ódio e mentiras, fake news, na disputa eleitoral. Veja o vídeo:

Jair Montes, do Avante

Deputado Jair Montes (Avante) no Regina Pácis

O Avante terá um trator nestas eleições municipais em todo o Estado de Rondônia. O deputado estadual Jair Montes, vice-líder do governo vai pilotar algumas campanhas de candidatos a prefeitos da legenda, dentre elas do advogado Breno Mendes. Como parlamentar, Jair Montes tem trabalhado dia e noite, principalmente no combate à Covid-19. Em um mês como vice-líder do governo, o deputado melhorou a imagem da administração Marcos Rocha.

Vem forte

O jovem Tiago Lins (Cidadania), com a experiência obtida nas eleições de 2018, vem forte para a vereança em Porto Velho. TI do Ifro, Tiago tem como uma das propostas a universalização do ensino de informática para toda a rede de ensino municipal de Porto Velho, enfatizando a profissionalização. Na foto, Tiago durante a campanha de deputado estadual.

 

Dabson Bueno forte também

Dabson Bueno publicou nas redes sociais que se lançará à vereador, “o projeto mais ousado da minha vida começa a ganhar corpo. Um desafio a ser superado com muitas mãos e cabeças”. Dabson tem uma militância ligada aos movimentos estudantis. Há 13 anos protagonizou momentos de luta e conquistas que hoje vê concretizadas. “Desde cedo entendemos que unidos poderíamos fazer muito, poderíamos conquistar nossos direitos e lutar pelas ações que seriam de benefício comum. E é assim que acredito que devemos seguir, lutando por melhorias para todos!”, disse.

Lílian de Guajará-Mirim

Sem medo ser feliz. Guajará-Mirim poderá ter uma professora eleita prefeita da cidade. Lílian é filha do saudoso Bitencourt, professora no colégio Paulo Saldanha, dentre outros. Uma mulher humana, inteligente e capacitada para o cargo. Este ano é das mulheres na política. Marcele Pereira acaba de ser eleita a reitora da UNIR. No Rio, o PT lança a deputada federal Benedita da Silva para prefeita. Em Ji-Paraná, outra mulher petista na disputa: Cláudia de Jesus.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments