sábado, maio 21, 2022
InícioColunasColuna do RKColuna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

Por Roberto Kuppê (*)

                                      Semana decisiva

Fica em casa, vos imploro. O vírus são como lobos famintos. Estão lá fora à espreita. Não peguem o vírus. Não espalhem o vírus. Nossos sistema de saúde não aguenta. Esse recado é especialmente direcionado aos amigos bolsomínions. Não morram e não nos deixem morrer.

Bolso Nero

O presidente Jair MESSIAS Bolsonaro está se comportando como Nero, que tocou fogo em Roma, após nomear seu cavalo como senador. Está fazendo tudo errado. Contrariando as leis, as normas e até às determinações do próprio governo. É um estúpido psicopata que precisa deixar o cargo imediatamente, sob risco de levar o Brasil ao abismo.

Li, acredito e tô postando…

“Alerta geral. As ondas de até sete metros chegando. A Marinha emitiu sinal de alerta de ventania no Litoral sul brasileiro. O comunicado vale para a faixa litorânea compreendida entre os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, ao Sul de Laguna, entre o dia 6 de abril à noite e o dia 8 de abril pela manhã. Então se preparem por que isto é um grão de areia perto do que irá ocorrer no oceano. Vem estrago para semana que vem!”. Segundo fontes, o anti-Cristo está com dias contados. Aviso dado.

O que é o capitalismo

Tem muitas pessoas, especialmente bolsonaristas, criticando os EUA (leia-se Trump), por agirem se forma sorrateira contra o Brasil, “no tocante”  aos produtos contra o Covid19. Ora, bolas. É o capitalismo na sua forma mais clara e cristalina. A lei do mais forte. No capitalismo não há compaixão, só defesa dos interesses próprios.

O que é o socialismo

A imagem pode conter: meme, texto que diz "GRANDES EMPRESARIOS PIDIENDO AYUDA A LOS GOBIERNOS"Socialismo é amor, compaixão, solidariedade. É divisão, igualdade e fraternidade. É SUS, UPAs, ProUni, Bolsa Família. É educação e saúde gratuitos para todos. Socialismo é comida na mesa de todos. Neste momento, o governo Bolsonaro está praticando um socialismo forçado, ao decretar recursos financeiros para 60 milhões de pessoas pobres. Não aprende pelo amor, vai pela dor mesmo.

CUFA e Ongs

Enquanto o governo capitalista de Bolsonaro patina para encontrar meios de chegar à população carente, as Ongs sobreviventes estão atuando firme nos bolsões de pobreza afetados pela crise do coronavírus. A Central Única das Favelas (CUFA) é uma dessas Ongs que está atuando, levando cestas básicas, amor e solidariedade.  Recentemente a CUFA lançou o programa “Mães da Favela”. O objetivo é auxiliar mães solo moradoras de favelas de 17 estados e do Distrito Federal que estão sendo fortemente atingidas pelos reflexos do Coronavírus (Covid-19). O programa social faz parte do projeto “CUFA Contra o Vírus”. “A CUFA já entregou mais 100 toneladas de alimentos em todo o Brasil. Durante essa entrega, suas lideranças e voluntários ouviram que muitas mulheres precisavam de auxílio para comprar não só alimentos, mas também remédios e gás. Logo, a organização decidiu ajudar financeiramente para que possam escolher os itens que precisam”, conta Celso Athayde, fundador da CUFA.

CUFA e Ongs 2

Neste primeiro momento, a CUFA destinará uma bolsa de R$ 120, chamada “Vale Mãe”, durante dois meses para 20 mil mães, via aplicativo PicPay, totalizando 40 mil vales a serem distribuídos. O repasse deve acontecer em 15 de abril e 15 de maio. “As doações são recebidas através do site oficial do programa e do app. Quem quiser doar, seja pessoa física ou jurídica, transfere da sua conta na plataforma para a conta da CUFA. Nós recebemos e fazemos a distribuição para as mães que estão mais vulneráveis entre os vulneráveis ”, explica Athayde.

CUFA e Ongs 3

Para assegurar a transparência do processo, haverá um contador de entrada de recursos na página do site e uma auditoria externa, feita pela Proaudit. A Idtech Acesso Digital auxiliará o cadastro das mães com a tecnologia de reconhecimento facial, garantindo que elas serão as reais beneficiárias. A escolha das mães fica a cargo das lideranças das CUFAs nos estados, entidades responsáveis pela identificação daquelas que demandam maior auxílio para criar e sustentar os seus filhos. “Temos milhões de mulheres que estão desamparadas por todo o Brasil, sem condições de colocar dinheiro em casa por conta do isolamento. Faremos o máximo possível para atenuarmos as suas dificuldades tendo em vista que 50% dos lares são chefiados por mães”, ressalta Athayde.

CUFA e Ongs 4

Renato Meirelles, também destaca a importância da ação para os pequenos empreendimentos nas comunidades. “O programa ‘Mães na Favela’ é uma maneira de ajudar as mulheres que colocam o que comer dentro suas casas, além de fortalecer os pequenos comércios nos bairros”, afirma. “As favelas têm mais de 5,2 milhões de mães. São as chefes de família que controlam melhor o orçamento, cuidam das crianças e ainda prezam pela saúde dos idosos que moram em suas casas”, complementa Meirelles. Pesquisa inédita do Data Favela/Instituto Locomotiva revela que 9 em cada 10 mães mudaram suas rotinas devido ao Coronavírus, sendo que todas afirmam que estão muito preocupadas com o impacto dessa doença. Em relação às questões financeiras, 84% já tiveram a renda diminuída, 87% estão cortando gastos e 73% declaram que não conseguirão manter o padrão de vida por nenhum período se perderem a renda familiar. Site do programa:  www.maesdafavela.com.br

Mandetta X Bolsonaro

No governo Bolsonaro (se é que é um governo), o que não faltam são intrigas, traições e desavenças. É um governo que se deteriora. O pior é que a oposição está quieta, não está movendo uma palha. Eles estão se digladiando entre si. O caso mais emblemático é o do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), que está exercendo o papel dele satisfatoriamente. Ma, ele está sendo vítima de um governo eleito à base de fake news. Aliás, o próprio Mandetta fez parte do conluio para tirar Dilma do poder. É como se diz: plantando o que plantou.

Rodrigo Maia X Bolsonaro

Outro que “sofre” com fogo amigo é o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Farinha do mesmo saco, Maia afirmou que os ataques nas redes sociais contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF) são comandados por assessores do presidente Jair Bolsonaro que se comportam como “marginais”.

Eleições 2020

Na incerteza se haverá eleições ou não, os pré-candidatos à prefeito de Porto Velho, se movimentam. Findo o prazo para filiações ou troca de partido, eis abaixo lista provisória dos postulantes ao cargo.

1. Breno Mendes (AVANTE)
2. Cristiane Lopes (PP)
3. Fabrício Jurado (DEM)
4. George Braga (MDB)
5. Hildon Chaves (PSDB),
6. Leonel Bertolin (PTB)
7. Ramon Cajui (PT)
8. Samuel Costa (PCdoB)
9. Terrinha (REDE)
10. Tiago Tezzari (PSD)

11. Vinícius Miguel (Cidadania)

12.Léo Moraes (Podemos)

Nenhuma descrição de foto disponível.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments