Por Roberto Kuppê (*)

Avante recebe

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Breno Mendes, pessoas em péMoises Cruz é o novo integrante do partido “Avante” em Porto Velho. A solenidade de filiação aconteceu na noite do último sábado (07) em uma reunião na zona Sul
da capital e contou com a presença do deputado e presidente do partido Avante em Rondônia, Jair Montes e também do pré-candidato a prefeito de Porto Velho, Breno Mendes.

Era só tirar o PT…

A coluna aguarda ansiosamente quando começa o País das Maravilhas Brasil. Porque o PT deixou o governo há quase cinco anos. De lá para cá trezentas reformas prometeram milhões de empregos. Passados mais de mil dias, a culpa agora é do coronavirus.

Sarita da 7

O que matou Sarita da 7 não foi o rio Madeira e seus candirus. Foi o descaso do governo para com pessoas com distúrbios mentais devido ao uso de drogas. Há um quê de permissividade que facilita e não coíbe o uso de drogas em Porto Velho. Qualquer adolescente tem acesso a drogas pesadas. Uma vez viciado, o usuário não encontra saída. Pais não sabem o que fazer. O colunista assistiu a algumas tentativas individuais para salva-la do vício, em vão. Precisava do braço do Estado que se limita apenas a prender, bater ou matar. Existem outras “saritas” perambulando pelas ruas da Capital de Rondônia. Porém, invisíveis aos olhos das autoridades.

Freixo

É falso que o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) defenda a legalização do crack,
diferentemente do que alegam postagens no Facebook. Em nota ao Estadão Verifica, o
parlamentar afirmou que não apoia a liberação da droga, e sim propõe que a dependência
química seja “encarada como caso de saúde pública”. Freixo é um dos pré-candidatos a prefeito do Rio de Janeiro nestas eleições.

Muito grave

Sem apresentar provas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira
(9) que houve fraude eleitoral em 2018 e que foi eleito no primeiro turno. Segundo o
presidente, é preciso aprovar um sistema seguro de apuração de votos no Brasil e que,
se bobear, a esquerda pode voltar ao poder em 2022. Nota da coluna: o rei das fake news continua com medo de inimigos imaginários. Se o PT voltar será graças ao fracasso do governo dele.

Conselho da Amazônia

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, no comando do Palácio do Planalto com a ida de Jair Bolsonaro (sem partido) aos Estados Unidos, afirmou que a primeira reunião do Conselho da Amazônia será realizada no dia 25 de março, no Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), em Brasília. Segundo Mourão, as prioridades do colegiado são “regularização fundiária, combate ao desmatamento e replantio de áreas degradadas”.

Bolo orçamentário

Jair Bolsonaro colocou a faca no pescoço do parlamentares e exige que eles abram mão do acordo negociado por seu ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. O ocupante do Planalto quer que o Legislativo desista do acordo pelo qual devem manter o controle sobre R$ 15 bilhões do Orçamento. Bolsonaro resolveu fazer chantagem ao Congresso, ao dizer que, se os parlamentares desistirem, as manifestações previstas para o dia 15 perderão fôlego. Ele próprio convocou os protestos contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal.  Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, a uma plateia de apoiadores em Miami, que se até o dia 15 de março o Congresso desistisse da proposta de manter o controle sobre 15 bilhões de reais do Orçamento, as manifestações marcadas para aquele dia poderiam nem acontecer, ou ao menos não terem a mesma força. “Acredito ainda que, se até o dia 15, os presidentes da Câmara e do Senado anunciam algo no tocante a dizer que não aceitam isso e se a proposta chamada PLN4 tiver dúvida no tocante a ficar com eles, para que venham destinar os recursos para onde eles acharem melhor, e não o Executivo, acredito que eles possam botar até um ponto final na manifestação”, disse Bolsonaro. Ele acha que é poderoso.

Ronaldinho Gaúcho

A questão do “craque” Ronaldinho Gaúcho diz muito sobre alguns jogadores de futebol que alcançaram sucesso financeiro. O envolvimento com bandidos. Ele não foi o único. Vários jogadores de futebol são envolvidos por ganância e poder, geralmente orientados por escritórios do crime.

Enquete Rolim de Moura

A enquete que desta vez afere quais pré-candidatos a prefeito de Rolim de Moura, prossegue até esta sexta-feira. Vote:

[poll id=”6″]

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments