Por Roberto Kuppê (*)

Eleições 2020- Ji-Paraná

Ari Saraiva não é só mais um candidato à sucessão em Ji-Paraná. É o candidato do ex-prefeito Jesualdo Pires (PSB). A sigla nacional já determinou que o partido tenha candidato em Ji-Paraná, Ariquemes, Porto Velho e em outros municípios. A população de Ji-Paraná já aprovou a gestão de Jesualdo. Foi considerado o melhor prefeito da BR 364 e um dos 50 melhores do Brasil.

Vereadores Porto Velho

O Mais RO lança hoje a tarde mais uma enquete para aferir a preferência do eleitorado sobre algumas pré-candidaturas a vereador por Porto Velho. Os interessados ainda podem enviar os nomes pro leivinhapereira@gmail.com. O suplente de vereador Raimundinho Bike Som (foto) é um dos pré-candidatos na lista. Enquanto isso a enquete para prefeito de Guajará se encerra meio dia. A participação dos internautas está sendo recorde.

Novidade na política

O pré-candidato a prefeito de Porto Velho, Samuel Costa (PCdoB) lançou na terça-feira a pré-candidatura a vereador do jovem empresário Hiago Gonçalves (foto). Samuel tem atraído a juventude para o partido que tem como ideologia a redução das desigualdades sociais. Hiago entendeu que somente com o fim das desigualdades é possível fazer um Brasil mais democrático. O novo “comunista” foi aceito pelo presidente regional do partido, o popular Pantera. 

Confúcio lança livro

O senador , lançou na quinta-feira, na Biblioteca do Senado, o livro “Série Histórica A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em péA imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e ternoEducação – Resgate histórico do abandono do ensino público brasileiro”. Houve uma participação de senadores, dos servidores da casa e dos amigos, num dia em que a sessão terminou cedo.

                          O PT quebrou o Brasil

De fato o PT quebrou o Brasil. Veja neste print (foto) ao lado. O dólar já foi de R$ 2 reais. Hoje está a R$ 5. O Brasil já foi a sexta economia do Mundo. A Petrobras valia 400 bilhões. A Embraer era nossa. Hoje as milícias tomaram conta do poder. Estamos à mercê de bandidos. Com o beneplácito do Congresso Nacional e Poder Judiciário. E….da mídia.

Mascarados no poder

No Ceará, PMs encapuzados acossam população, vandalizam cidades e baleiam senador. Como na Bolívia, corporação ameaça, com armas, golpear política, em fenômeno paralelo, mas distinto, ao das milícias cariocas. Essa semana, a cidade de Sobral, Ceará, se tornou o centro do debate político no país. Militares não têm direito à greve e possuem regimentos duros que, não raras vezes, são usados para perseguir policiais de baixa patente que reivindiquem direitos, o que sempre torna as manifestações policiais confusas e conturbadas, contando com a presença de seus familiares. Por isso mesmo, é tão necessário que a bandeira da desmilitarização esteja sempre presente nos debates sobre a valorização das carreiras policiais.

 

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

 

Facebook Comments