Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

                             Por Roberto Kuppê (*)

                                          Ranking

O que gastam, como gastam e por que gastam tanto os senadores? O Mais RO lançou no dia de hoje o ranking (veja aqui) onde o senador que mais gasta por mês é o do Distrito Federal, professor Izalci Lucas (PSDB/DF). O parlamentar conta com uma equipe de 86 assessores com o custo mensal de R$ 736.959,74. No ano, o valor pode chegar a quase R$ 9 milhões. Izalci Lucas é contador, professor, eleito no ano passado.

                                          Ranking 2

Alguns senadores como Eduardo Gomes (MDB/TO), Fernando Collor (PROS/AL), Fernando Bezerra Coelho (MDB/PE), Eduardo Braga (MDB/AM) e Eduardo Girão (PODE/CE) contam em seus quadros com servidores que recebem de forma bruta acima do teto do funcionalismo público, definido a partir das remunerações dos ministros do Superior Tribunal Federal (STF) em R$39.293,00. O senado conta com um dispositivo que reverte as remunerações acima do teto definido em art. 37, XI, da Constituição Federal.

                                              Ranking 3

O senador Confúcio Moura (MDB/RO) tem uma assistente técnica em seu gabinete que com as gratificações e abono de permanência (reembolso da contribuição previdenciária, devido ao servidor público em regime contratual estatutário que esteja em condição de aposentar-se, mas que optou por continuar em atividade) recebeu pagamento bruto de R$ 65.587,58 no mês de setembro. A coluna não descobriu quem é essa maravilhosa assessora. Apesar disso, a coluna afiança o trabalho do senador. É o que mais trabalha pelo Estado de Rondônia e pelo Brasil. Abraçou a educação como prioridade. Vale o que gasta. Por falar no senador, ele passou por uma cirurgia e só retorna ao trabalho semana que vem.

                                      Racismo, intolerância

É impressionante o quanto bolsonaristas são racistas, homofóbicos e extremamente preconceituosos. São pré-requisitos para se tornar um bolsonarista que o sujeito seja perverso, mau, desumano, vil, ferino, impiedoso, maléfico, malévolo, malvado, pravo, ruim, traiçoeiro. E tem bolsonarista que é tudo isso e mais um pouco. Dois exemplos desta espécime são os deputados federais Daniel Silveira (PSL-RJ) e Coronel Tadeu (PSL-SP). Ás vésperas do Dia da Consciência Negra, eles arrancaram à força um cartaz contra o genocídio negro e com crítica à Polícia Militar. Por conta disso correm o risco de perderem seus mandatos.

                             Bolsonaro e Marielle

Hoje pela manhã, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), mais conhecido como “Seu Jair”, apareceu em público na saída da residência oficial para falar com simpatizantes e imprensa. Ele estava visivelmente transtornado. Não fez brincadeiras. Foi mais uma vez ríspido e evasivo nas respostas. A razão deste mau humor são os rumos que as investigações do Caso Marielle Franco estão tomando. Ontem, caiu como uma bomba a informação do jornalista Kennnedy Alencar, de que o 02, vereador licenciado Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), conhecido no bas-fond como Carluxo, estaria sendo motivo de investigação por envolvimento na morte da vereadora.

                            

                                          Efeito Moro

Se quiserem um depoimento sob medida ou mudança do mesmo, chama o Moro. Depois de mudar os depoimentos dos donos da OAS, Odebrecht e de Palocci, sob orientação do ministro Sérgio Moro, o porteiro do Condomínio Vivendas da Barra, mudou o depoimento. Nunca falou, nunca viu e nem sabe quem é “Seu Jair”. Só que o MP-RJ e a Polícia Civil estão perto de elucidar o crime que vitimou a vereadora Marielle Franco e motorista dela, Anderson.

                                           Efeito Moro 2

As polícias Federal e Civil do Rio de Janeiro estão empenhadas em descobrir quando foi que mentiu o porteiro do Condomínio Vivendas da Barra, onde têm casas Jair Bolsonaro (duas) e Ronnie Lessa, o miliciano acusado da morte da vereadora Marielle Franco. O porteiro mentiu no dia 7 de outubro último, e dois dias depois, quando disse e repetiu à Polícia Civil que em 14 de março de 2018 “seu Jair” autorizara a entrada no condomínio de Élcio Queiroz, também acusado da morte de Marielle? Ou o porteiro mentiu anteontem à Polícia Federal ao negar que “seu Jair” tenha autorizado a entrada? À Polícia Federal, ele disse que em 14 de março de 2018 anotara errado o número da casa para onde Queiroz pretendia ir. Não foi a casa 58, mas a 66. Assessores do vereador  foram convocados mais uma vez pela Polícia Civil do Rio de Janeiro para depor na investigação. Os investigadores querem saber como era a relação entre os dois parlamentares, que eram vizinhos de gabinete na Câmara do Rio e teriam se envolvido em uma discussão no corredor do prédio. Pessoas ligadas à parlamentar também devem ser ouvidas novamente.

                                         Efeito Moro 3

Por conta disso, o deputado federal Rogério Correia (PT-MG) sugeriu a prisão preventiva de Carlos Bolsonaro. “Quando um suspeito de assassinato coage testemunha, porteiro por exemplo, desmancha provas, apagando postagens das redes ou da telefonia da portaria e muda de endereço abandonando o serviço, podendo preparar fuga, não é o caso de preventiva?”, escreveu Correia no Twitter.

                              Melhor ONG do Brasil

A ONG Associação Peter Pan, de Fortaleza, Ceará, ganhou o prêmio de Melhor ONG de do Brasil, durante a entrega do Prêmio 100 Melhores ONGs é iniciativa do Instituto Doar, O Mundo Que Queremos e Rede Filantropia, em parceria com a Fundação Getulio Vargas, com apoio da Cervejaria Ambev. A entidade vencedora atua desde 1996 e oferece às crianças, sem custo, tratamento médico especializado, além de programa de diagnóstico precoce que atende Fortaleza e cidades do interior do Estado. Sem fins lucrativos, a Associação nasceu da iniciativa de voluntários, em parceria com o Hospital Albert Sabin.

                             Poeta da Transposição Alerta

Em vídeo emocionado, o Poeta da Transposição faz uma dramática denúncia contra manobras que estão fazendo contra milhares de servidores públicos de Rondônia. Segundo ele, estão inviabilizando a transposição com essas manobras. Poeta que sofreu uma cirurgia e ainda se recupera do procedimento, está visivelmente contrariado com o destino da Transposição. Veja o vídeo abaixo:

 

 

 

 

                 Eleições para o Conselho Tutelar de Porto Velho. Vote!

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político no eixo Rio-Brasília e Rondônia

Facebook Comments