Por Roberto Kuppê (*)

Brasileiros afundam

O Brasil vive o ciclo mais longo de aumento da desigualdade de sua história . Estudo do economista Marcelo Neri, diretor do FGV Social, mostra que a concentração de renda cresce no país há 17 trimestres, pouco mais de quatro anos. A piora na desigualdade, segundo Neri, é resultado do aumento do desemprego no país, que ainda aflige 12 milhões de pessoas. Quando o desemprego aumenta, o mercado de trabalho tende a diferenciar ainda mais os trabalhadores de acordo com o grau de instrução. Os mais capacitados têm mais chance do que os de baixa escolaridade. A desigualdade é medida pelo índice de Gini, que mostra a concentração de renda e varia de zero a 1. Quanto mais próximo de 1, mais desigual é a distribuição de renda. No Brasil, o indicador segue tendência de alta desde o quarto trimestre de 2014, quando estava em 0,6003, até o segundo trimestre deste ano, quando alcançou 0,6291.

                                                Pelo clima global

Mobilização Global pelo Clima é um chamado para toda a sociedade. A Greve Global pelo Clima, que acontecerá, amanhã, 20 de setembro de 2019, é um chamado dos jovens para que o mundo inteiro se mobilize, passe a agir e ajude a enfrentar a crise climática. O movimento Fridays for Future (Sextas pelo Futuro) está convocando pessoas do mundo inteiro para, ao lado dos jovens, acompanharem a Mobilização Global pelo Clima. A mobilização parte do pressuposto que estamos vivendo numa era de emergências climática e política e que, para que seja possível garantir um futuro para humanidade, é necessário que todos comecem a apoiar, defender e optar por políticas e ações que nos livrem do colapso que estamos vivendo nos dias atuais. A Semana Global pelo Futuro, ou Global #WeekForFuture, prevista para acontecer entre os dias 20 e 27 de setembro de 2019, é uma iniciativa do #fridaysforfuture; um chamado dos jovens para que milhões de pessoas saiam de seus trabalhos e lares para irem às ruas em mobilizações numa semana de ações que vão exigir sobretudo justiça climática para todos.

A imagem pode conter: céu, planta, árvore, atividades ao ar livre, texto e natureza

Petistas sortudos

Nos últimos três meses os ventos estão soprando em favor dos petistas. Lula está  mais perto da liberdade do que nunca. Mas, o exemplo de que a sorte está mesmo mudando para os mortadelas é que ontem, um grupo de 49 servidores da Liderança do PT na Câmara dos Deputados, faturou R$ 120 milhões na Mega Sena. O comentário positivo é geral. Mas, tem  também os críticos (os mesmos) que começam a criar uma teoria da conspiração. “Ainda tem petista na Caixa”, disse um coxinha despeitado. A Liderança do PSDB disse que vai propor uma CPI.

                                         PSL em pânico

O PSL (Partido Só de Laranja) não chega nas eleições de 2020 com 20 deputados federais. A decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de cassar  seis vereadores no Piauí por terem fraudado a cota para candidaturas femininas pode gerar um efeito cascata em diversos estados e na Câmara. Partido de Jair Bolsonaro, o PSL deve perder oito deputados federais, sendo seis deputados em Minas, um em Rondônia e um em Pernambuco, que seria Luciano Bivar, o presidente da sigla, acusada de preencher a cota de 30% de mulheres com laranjas. A legenda tem 65 parlamentares na Câmara, de acordo com a agência de notícias da Casa. Em junho, a Polícia Federa prendeu um assessor e dois ex-assessores do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O caso de Rondônia, onde o PSL fez a mutretagem, elegendo um deputado federal e um estadual, vão ter que deixar seus mandatos em breve os deputados coronel Chrisóstomo e estadual, Eyder Brasil, além de seus respectivos suplentes. O entendimento do tribunal foi feito no julgamento do caso de cinco candidatas à Câmara de Vereadores de Valença do Piauí, que tiveram votação inexpressiva, não praticaram atos de campanha nem tiveram gastos declarados em suas prestações de contas.  Ou seja, os políticos foram condenados por lançar candidatas fictícias com o intuito de alcançar a cota de gênero de 30% prevista na Lei das Eleições. De acordo com a decisão do TSE, a chapa que elegeu os deputados estaduais Alex Redano, Cabo Johny Paixão e Pastor Alex Silva, todos do PRB, pode ser cassada. Em sendo assim, Alan Queiroz (PSDB), Marcelino Tenório (PRP), Ari Saraiva (PSB) e até Saulo Moreira (MDB) assumiriam as vagas nessa reviravolta eleitoral ao cargo de deputado estadual. Além dos deputados citados, Anderson do Singiperon, Cassia dos Muletas e Cirone da Tozzo, correm risco de perder o mandato porque os partidos aos quais pertencem teriam lançado candidatas fictícias com o intuito de alcançar a cota de gênero de 30% prevista na Lei das Eleições. A informação é da Folha de RO.

Expedito Júnior

Aprovado o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 64/19, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), que concede o título honorífico de honra ao mérito ao ex-senador Expedito Junior.

                                 Barbados

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves e a primeira-dama Ieda Chaves, receberam em sua residência, na noite desta terça-feira (17/9), a embaixadora de Barbados no Brasil, Tônika Sealy Thompson e sua comitiva, a quem foi oferecido um jantar. Ela veio conhecer os descendentes de barbadianos que trabalharam na construção da Madeira Mamoré e convidá-los para um intercâmbio cultural em seu país. Estiveram presentes, o deputado estadual Laerte Gomes, presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, o ex-senador Expedito Júnior e a vereadora Joelna Holder. A embaixadora de Barbados visitou a família Maloney, que veio daquela país e se estabeleceu em Porto velho na década de 60.

Profissão Repórter

O programa Profissão repórter desta quarta-feira fez o facor de arrebentar com o deputado federal Lúcio Mosquini (MDB-RO). Ruralista de primeira grandeza, Mosquini é acusado de incentivar invasões em terras indígenas. Ele diz que não, claro. Veja o vídeo abaixo:

 

Notas do colaborador

Nota de falecimento político! A coluna tem o dever de informar o falecimento do mandato de deputado federal do PSL Coronelzão Chrisóstomo e do deputado estadual Sargentão Eyder Brasil. Os defuntos políticos sairão a qualquer momentos dos seus gabinetes e serão encerrados no cemitério dos políticos esquecidos brasileiros. Na Assembleia Legislativa de Rondônia o rolo dos laranjas vai deixar deputados estaduais falando sozinhos. Alguns também perderão a pose política e o mandato.  Tem mais partidos que se enrolaram com os 30% das mulheres que é obrigado para registro de candidatura nas eleições. O TSE julgou na última terça-feira que a galera mais esperta da política atual iria pagar por tentar enganar os tribunais que julgam os políticos. Se arrebentaram! E só podem recorrer sem o mandato. Tanto o coronelzão, quanto o Sargentão juram ser amigos do Bozo. Quem deverá assumir o cargo vago de deputado federal é o Pastor Valadares. No lugar de Eyder Brasil, deverá assumir como deputado estadual, Ribamar Araújo. O governador MR parece que tem medo de viajar de avião. “Foi com medo de avião, que segurei pela primeira vez na sua mão”.  MR não sai de PVH para ir ao DF nem amarrado. Manda o vice Zé Jodan se virar nos palácios de Brasília. O governador desgovernado MR se diz amigo do Bozo e na verdade é mais um tiete.**** O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB), tá enrolado por conta de desvios na obra do rio São Francisco. A PF está dentro do Senado fazendo um limpa no Gabinete dele*****Os partidos se articulando em Rondônia…tem deputados e deputados procurando legendas e legendas nas nacionais em Brasília****As mensalidades dos partidos estão sendo leiloadas a quilates. ****As famosas famílias políticas estão se articulando para tentarem colocar até seus filhos de 18 anos para voltarem para política e terem o privilégios****O prefeito de Jaru João Gonçalves Júnior, está minando e querendo calar a boca da imprensa local da cidade. Que o diga o empresário do ramo da imprensa conhecido como Santana do Boca Livre, que está sendo perseguido e processado por falar a verdade para a população de Jaru. No mais recente acórdão, Santana foi absolvido por 7 votos a zero…vitória da imprensa que tem a população em dever de ser informada sempre… Até a próxima publicação.

 

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político no eixo Rio-Brasília e Rondônia

Facebook Comments