Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional




Por Roberto Kuppê (*)

Professor X Mariana Carvalho

O professor e ativista Marcos Antônio Teixeira (foto), de Rondônia, fez um desabafo nas redes sociais, após a deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO)defender o desmonte da Educação no Brasil. “Nunca usei esse espaço para lhe dirigir a crítica que agora vou fazer, por conhecer e gostar de sua família e por acreditar que o tempo amadureceria suas convicções. Ao ver sua fala (de Mariana Carvalho) sobre a atual crise na educação nacional, eu, que sou professor há 45 anos e cheguei a dar aulas à sra sua mãe (colunista social Maria Sílvia Carvalho) me escandalizei com seu discurso difuso, ensaboado e sem nenhum compromisso a não ser consigo mesma. E olhe que por diversas vezes, ontem inclusive, proferi palestras e mini cursos gratuitamente em sua Faculdade (FIMCA). No entanto, ouvindo sua fala de hoje no Congresso, diante da convocação do famigerado ministro Weintraub, que demonstra má fé ou total incompetência perante a pasta da EDUCAÇÃO, eu sou obrigado a dizer: me penitencio, estava enganado quanto à sra e a tudo que esperava de uma competente parlamentar rondoniense que conseguiu a façanha de formar-se, consecutivamente, em Medicina e Direito na faculdade de seus pais (FIMCA). Esperava mais de tal genialidade. Tudo em vão. A sra tem, continuadamente, usado seu mandato pra espalhar quimeras e colher votos. O que fez de concreto e decisivo? Neste grave momento da Educação Pública por exemplo, a sra me lembra mais a irmã do desastrado ministro Paulo Guedes, que não exita em afundar o país em sua mais tenebrosa recessão e desemprego, a fim de arrancar a fórceps uma reforma previdenciária digna do período da escravidão, tal e qual a irmã que sendo vice presidente da associação das faculdades privadas, não exita em meter a mão no dinheiro público, em nome de interesses privatistas. Isto é imoral e se configura como oportunismo e reconhecimento de que todo o discurso neoliberal de partidos como o seu, são feitos em nome de oportunidades nada liberais de abocanhar o dinheiro público”.

              Professor X Mariana Carvalho 2

E continua o desabafo: “A sra centraliza sua crítica à gestão da Educação nos governos do PT. ERRA GROSSEIRAMENTE. Não sabe nem o período que o PT governou. Fala em 16 anos, errado. Foram 13, os outros foram do golpista e agora réu Michel Temer, que a sra celebrou no dia do impeachment. Fala, ainda, dos cortes na educação mas não cita o quanto a faculdade particular de sua família, FIMCA, lucrou e se expandiu com verba pública nesse mesmo período. Esqueceu-se de citar o governo FHC, do qual a sra e sua família são parte por questões partidárias, que foi o primeiro a lançar a ideia de extermínio das universidades públicas, após de 2 anos de total arrocho nas verbas universitárias. Coisas de tucanos, eu entendo. Por fim; numa manobra discursiva tola e sem nada a acrescentar, como de resto tem sido seus 2 mandatos, aliada incondicional de cada golpista que toma o poder, esqueceu-se, muito convenientemente, de fazer críticas às questões atuais, destrambelhadamente impostas pelo ignóbil ministro dá e sem educação. A sra está envelhecendo. Já não é mais a gatinha do Congresso. Na verdade está mais pra um jaburu do Planalto. Pare de fingir-se defensora do que não defende. Assuma seus interesses privados no caos imposto à educação pública e mostre a sua cara de vampiro ao público. Chega de fingir ser o que nunca foi. A sra se mostra incapaz e sem motivos para defender a Educação Pública, porque seu negócio de família é privado. Nada contra. Nesse país, educação tem sido tratada como mercadoria de alto custo e de baixa qualidade. Mas, não nos chame de imbecis. Isso cabe ao Weintraub e ao Bozo; talvez à sra mesma que não enxerga a gravidade do momento. Tente ser fiel ou às suas ideias ou ao seus eleitores. As duas coisas não são possíveis. Assino como alguém que já acreditou nos méritos que a sra nunca demonstrou. E digo, esperei sempre um discurso mais inteligente de sua parte”. Pronto, falei.

                     Amazônia em perigo!

Criada a  Frente Parlamentar da Amazônia, liderada por pelo deputado federal Delegado Pablo Oliva (PSL-AM), ligado ao presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) explicitamente favorável ao fim das demarcações de reservas indígenas e da exploração da Amazônia. Pior. O Delegado Pablo Oliva pretende incentivar o desenvolvimento da região, implementando a regulamentação de jogos de azar e explorando as riquezas minerais. Vai destruir a Amazônia. Leia AQUI matéria completa.

                           Bolsonaro, o fim

Sabe quando um paciente está em fase terminal, que não há mais nada que o médico possa fazer? Assim esta coluna está vendo o governo Bolsonaro que, nem completou cinco meses, já está vivendo seu inferno astral. A coluna compara o governo Bolsonaro à um avião em chamas no ar. A possibilidade do vice-presidente General Mourão assumir o governo é grande. Políticos e o “mercado” já não estão mais acreditando numa recuperação do governo, cujo presidente se mostrou incompetente até agora. Isso sem falar nas acusações que pesam sobre o filho dele, senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

                       Lula na cadeia até morrer

O ex-presidente Lula vai morrer na cadeia. A menos que ocorra um milagre na justiça brasileira, o que é improvável, teremos o nosso mártir. Não há qualquer resquício de possibilidade de uma liberdade para Lula, se depender do judiciário (com o STF com tudo, lembram?). E o moribundo Bolsonaro já avisou, se depender dele, Lula morre na cadeia. Em sua entrevista à TV Bandeirantes, Jair Bolsonaro afirmou que, no que depender de seu governo, Lula não sairá da cadeia até terminar de cumprir seu tempo de prisão. “Pelo perfil dos nossos ministros, ele [Lula] não terá chance no que depender de nós, não terá chance de conseguir sua liberdade na forma da lei”.

                     Enquanto isso..

Segunda Turmado Supremo Tribunal Federal (STF ) confirmou 265 decisões tomadas pelo ministro Edson Fachin e garantiu o pagamento de pensões a um grupo de mulheres maiores de 21 anos filhas de servidores federais civis. O Tribunal de Contas da União (TCU) havia mandado revisar o benefício de mais de 19 mil pensionistas, suspeitas de terem outra fonte de renda, em cargo público ou privado, ou serem sócias de empresas.

Bozo odeia mulher

Com homens Bolsonaro é tchuchuca. Com as mulheres e gays, um tigrão. Já notaram que a maioria dos bate bocas de Bolsonaro é contra mulheres e gays? Insultou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), pelo que foi processo e teve que indenizar a parlamentar. Brigou com Jean Wyllys que teve que cuspir na cara dele para se defender. Mas, ele adora bater em jornalistas mulheres.  Irritado com os protestos que provocaram um tsunami nas ruas do Brasil contra o bloqueio de recursos e universidades federais, Jair Bolsonaro (PSL) agrediu verbalmente uma repórter da Folha de S.Paulo quando indagado sobre o assunto em Dallas, nos Estados Unidos. O presidente ainda publicou o vídeo com a agressão na sua conta no Twitter. No vídeo, Bolsonaro causa constrangimento, em clara demonstração de assédio moral, ao dizer que a repórter deveria voltar para uma faculdade “que presta e fazer bom jornalismo”. “Primeiro, vocês da Folha de S.Paulo têm que entrar de novo em uma faculdade que presta e fazer bom jornalismo. Isso que a Folha tem que fazer. E não contratar qualquer um, qualquer uma, pra ser jornalista. Pra ficar perguntando besteira e publicando coisa nojenta”, disse, sendo aplaudido por um pequeno grupo de apoiadores. Bolsonaro segue constrangendo a repórter, indagando: “Você quer debater orçamento comigo?”. A repórter diz, então, que quer saber o que ele está priorizando, quando o presidente interrompe novamente a jornalista, sendo ajudado por um assessor.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments