Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

Por Roberto Kuppê (*)

Educa DF

Secretário da Educação do DF, Rafael Parente

Ontem, 25, o Governo do Distrito Federal lançou o projeto Educa DF, um conjunto de medidas para modernizar a educação no planalto central. A coluna acompanhou e gostou do que viu. Em três meses de governo, o governador Ibanêis Rocha (MDB-DF) já fez mais do que este presidente que aí está, pelo menos no quesito educação. Destaque para a construção de 40 escolas e 100 creches nos próximos quatro anos. Certificações em medalhas de honra ao mérito educacional, criação de escolas bilíngues em parceria com embaixadas. O secretário da Educação do DF, Rafael Parente está de parabéns. Mais detalhes sobre o projeto Educa DF AQUI.

 

Desmonte do MEC

Falando em MEC, Bolsonaro nomeou vários ministros que claramente não dão conta de tocar suas pastas. “Isso acontece. Mas o que ele fez no MEC, com essa gente maluca brigando sem trégua passa de qualquer limite. Educação deveria ser a grande prioridade de um país. Sempre foi nos nossos governos!”, apontou Gleisi Hoffman, deputada federal do PT-RS.

Michel Temer X Lula

Quem pode, pode. Citado pelo juiz Bretas como chefe de quadrilha, que atua há mais de 40 anos roubando dinheiro público, responsável pelo desvio de R 1,8 bilhões de reais, o ex-presidente da República, Michel Temer (MDB-SP) está em casa. Já o ex-presidente Lula, eleito duas vezes e considerado o melhor presidente do Brasil, amarga prisão perpétua em Curitiba. Perpétua porque ele tem 73 anos e foi condenado a 24 anos de prisão, logo, vai morrer no calabouço. Com certeza houve jabá para soltar Temer. Ele tem, ele pode.

Chaves e MR em Brasília

O governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL) e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), estão em Brasília para reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ontem Chaves se reuniu com o ministro(foto) e participou da 75ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Hoje, terça, é a vez de MR, cujo encontro está sendo no Palácio do Buriti, sob o patrocínio do governador do DF, Ibanêis Rocha (MDB). Embora Guedes venha usando suas agendas com autoridades para pedir apoio à reforma da Previdência, os chefes dos Executivos estaduais querem um encontro focado em pautas mais urgentes de socorro financeiro aos estados. Enquanto isso,  parlamentares se prepararam para iniciar na tarde de hoje (26) as discussões sobre a reforma da Previdência. A proposta defendida pelo governo Jair Bolsonaro como fundamental para o ajuste das contas públicas tem o apoio da maior parte dos estados, o que pode ser fundamental para o convencimento das bases no Congresso Nacional.

Hildon Chaves reeleito

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, foi reeleito para a vice-presidência de relacionamento com o judiciário da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). A eleição aconteceu na tarde desta segunda-feira (25/3), na nova sede do Banco do Brasil, em Brasília, onde foi realizado o encontro nacional de prefeitos. O Prefeito foi reeleito por unanimidade pelos componentes da Frente Nacional dos Prefeitos. “Novamente, Porto Velho assume posição de destaque em âmbito nacional. Conseguimos trabalhar as demandas dos prefeitos da FNP e, por isso, estamos sendo reconduzidos”, disse Hildon Chaves.

Pimentel na saúde municipal?

O jornalista e articulista Samuel Costa, CEO do site Brasil364 (www.brasil364.com.br), fez um exercício de futurismo, com base em fatos concretos. Ele aventou que o expert em saúde, Williames  Pimentel (MDB), estaria de mala e cuia para exercer pela enésima vez a função de secretário municipal da Saúde. O ‘chute” de Samuel Costa baseia-se no fato de que o MDB já está dentro do governo Chaves com Basílio Leandro (Chefe de Governo, antigo chefe de gabinete), Agnaldo Nepomuceno (assessor especial) e Márcio Felix (Secretário de Educação SEMED), todos do MDB. O prefeito Hildon Chaves está em Brasília e não retornou ao contato feito pela coluna, para confirmar ou não a ida de Pimentel para a Semusa.

                                                 Trio de ouro

Os deputados federais Expedito Netto (PSD-RO), Mauro Nazif (PSB-RO) e Silvia Cristina (PDT-RO), declararam em alto e bom som que são contrários à aprovação da reforma da Previdência da forma como foi apresentada, lesando os aposentados e ferindo de morte os servidores públicos, principalmente os professores.

Ditadura nunca mais

É nítido de que a direita prefere a morte e a esquerda, a vida. A direita é a favor de armas. A esquerda, contra. A direita é a favor da Ditadura Militar. A esquerda, contra. Como se diz, o fascismo está no cio com o orientação do presidente Bolsonaro, para que  as Forças Armadas comemorem o 31 de março de 1964, data máxima da Ditadura Militar. “Deus acima de tudo”, diz o slogan do então candidato que prega a morte. “A orientação de Bolsonaro para que quartéis comemorem a data do golpe de 64 é mais do que um acinte. Mas desse senhor só esperamos mesmo o que há de pior. Canalizemos as nossas energias pra homenagear a resistência de “quem foi de aço nos anos de chumbo”, postou o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ). Já o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), postou: “Quando Bolsonaro determina a comemoração do golpe de 64, ele está celebrando a morte, a tortura, o extermínio, o suplício de crianças, mulheres, a memória de assassinos. É grotesco o presidente da República comemorar crimes contra a humanidade”.

Sangue O+ urgente

Em Porto Velho, precisa-se de sangue O+ urgente. É para Gabriel Trivério Constantino, neto de pioneiros de Porto Velho.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político

Facebook Comments

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password