Coluna do RK- Bastidores da Política Nacional e Regional

0
701

Por Roberto Kuppê (*)

Marcos Rogério está voando no Congresso Nacional

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) foi eleito por aclamação nesta terça-feira (13) presidir a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) no biênio 2019-2020. Com 23 membros titulares e igual número de suplentes, a CI tem entre as suas atribuições a de avaliar propostas pertinentes a transportes de terra, mar e ar; obras públicas em geral; minas; recursos geológicos; serviços de telecomunicações; parcerias público-privadas; agências reguladoras e outros temas correlatos. Até MR, nenhum senador de Rondônia tinha presidido uma comissão tão importante como a da Infraestrutura. Será que agora sai a restauração e pavimentação da BR-319, que liga Porto Velho a Manaus?

Reunião da bancada federal em Brasília

Na reunião da bancada de Rondônia, dez parlamentares presentes. Faltou apenas o deputado Expedito Neto (PSD). Todos falaram. Abordaram alguns assuntos. Temas indispensáveis para a bancada defender, como a questão da transposição, a questão da energia elétrica, a situação da BR-364, a regularização fundiária e o Hospital do Câncer. Também expuseram a necessidade de um revezamento anual na coordenação da bancada. No final, o Lúcio Mosquini (MDB) foi aclamado como coordenador para o início desta legislatura.

A convite do prefeito de Porto Velho,  Hildon Chaves (PSDB), a bancada federal participou de um almoço na churrascaria Fogo de Chão, em Brasília. Após o almoço Hildon apresentou a conta: uma série de pleitos para que todos os parlamentares  ajudem  Porto Velho. O senador Confúcio Moura (MDB) agradeceu o almoço e disse que tem uma imensa gratidão pela capital: “nem precisava me pedir, pois  eu vou fazer isso como uma decisão do meu coração. Porto Velho sempre me acolheu muito bem, em todas as minhas eleições. Eu tenho  compromisso  com a população da cidade. O que eu puder fazer para ajudar a nossa capital eu vou fazer”.

Filha de cozinheira, negra, deputada federal

O articulista esbarrou no salão azul do Senado Federal, com a primeira mulher negra de Rondônia, eleita deputada federal. A jornalista Silvia Cristina (PDT), sexta mais votada no estado, com mais de 33 mil votos é capixaba de Linhares (ES) e tem apenas 44 anos. Filha de uma cozinheira e de um trabalhador braçal analfabeto, a jornalista contou que foi graças ao trabalho de seus pais que ela conseguiu terminar os estudos e ingressar no ensino superior. Sílvia Cristina promete ser um diferencial nos debates pelas causas sociais, com projetos em favor das minorias.

Vereadores em Brasília

Quem estavam também em Brasília acompanhando o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, foram os vereadores Alan Queiroz (PSDB) e o presidente da CMPV, Edwilson Negreiros (MDB). 

Manifestação contra a Energisa em RO

Acontece amanhã, em todo o Estado, diversas manifestações contra o reajuste da tarifa de energia elétrica da empresa Energisa. O valor da tarifa vai subir 27,12% para alta tensão e 24,75% para residencial e comercial, o que resultaria em um aumento geral médio em mais de 25%. Em Porto Velho, os protestos acontecem na frente da empresa, na 7 de Setembro com Farquar. Em Vilhena será na rua Domingos Linhares, em frente ao prédio da Ceron. Em Pimenta Bueno, em frente ao escritório da Energisa , que fica na Avenida Costa e Silva nº 276, no bairro Alvorada. Todos os eventos, a partir das 16 horas desta sexta-feira, 15.

Vinícius Miguel X Flávio Lemos

Flávio Lemos não tem moral, segundo Vinícius Miguel

O ex-candidato a governador de Rondônia, advogado e professor Vinícius Miguel (Rede) protocolou uma Ação Popular em desfavor do presidente da Câmara de Vereadores de Porto Velho, Edwilson Negreiros e ex-deputado estadual Flávio Lemos. Edwilson nomeou Lemos para o cargo de Diretor Financeiro da Casa de Leis, mesmo ele sendo condenado por improbidade administrativa em segundo grau pelo TJRO, contrariando a Lei de Ficha Limpa.

Salmonela nas refeições

A BRF, maior empresa de processamento de proteína animal do mundo, anunciou nesta quarta-feira (13) que recolherá mais de 400 de toneladas de frango Perdigão que tinham como destino final o mercado brasileiro e exterior. A justificativa, segundo o comunicado emitido pela própria companhia, é o risco por contaminação de salmonela, bactéria que causa intoxicação alimentar. Serão recolhidos coxas e sobrecoxas sem osso, meio peito sem osso e sem pele, vendidos nas embalagens de 15 kgs, além de filézinhos de frango, file de peito e coração. De acordo com a empresa, a contaminação teve como origem a produção das aves em outubro e novembro do ano passado, vindas da unidade de
Dourados, no Mato Grosso do Sul. Na nota, a BRF relembra que a salmonela não sobrevive aos processos de cozimento, fritura ou assadura, mas que, se esses procedimentos não forem realizados da maneira correta, a infecção pode ocorrer, causando dores abdominais, diarreia, febre e vômito.

Treze estados brasileiros foram orientados devolver um lote inteiro de carne de frango in natura da marca Perdigão devido ao risco de contaminação pela bactéria salmonela. Rondônia, Acre e outros quatro estados do Norte do país não receberam o lote, estando livre de qualquer suspeita.  Os produtos foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Para refletir

Como um político feito Jair Bolsonaro conseguiu enganar a 57 milhões de eleitores sendo burro como uma porta? Pior, corrupto, corruptor e incitador de violência, ódio, tortura! Perverso, conseguiu contaminar a todos os filhos, que também agem como o pai. Contaminou também ao Judiciário. Contaminou políticos, empresários. Sinceramente, sem entender.

(*) Roberto Kuppê é jornalista e articulista político ([email protected])

Facebook Comments