Mais de 300 kg de cocaína pura foram apreendidas na manhã de quinta-feira (26), na área central de Porto Velho. Cinco homens foram presos em flagrante.

A operação “Pó de Serra” foi desencadeada por policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas do Interior (DRACO 2), pela Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e pelo Ministério Público de Rondônia (MPE-RO).

A ação é um desdobramento da operação “Pau Oco”, que teve a última fase em abril deste ano.

Além dos cinco suspeitos presos durante a operação, três carros e uma Pistola Taurus 380 foram apreendidos.

O procurador geral de Justiça, Aluíldo de Oliveira Leite, o diretor-geral da Polícia Civil, Samir Fouad Abboud, e a diretora adjunta da Polícia Civil, Alessandra Marcela Paraguassu Gomes, explicaram como foi que ocorreu a apreensão da droga durante coletiva de imprensa.

“Essa droga foi apreendida em uma residência com cinco pessoas. Na residencia foi encontrado apenas 1kg da droga. O restante da cocaína estava em um veículo”, disse diretor-geral da Polícia Civil.

Quanto ao perfil dos suspeitos, Samir Fouad informou que somente será dado após as investigações. “Neste momento estão sendo investigados os perfis dos envolvidos. Eles estão sendo interrogados”, explicou.

A diretoria adjunta da Polícia Civil destacou a forma utilizadas pelos suspeitos para esconder a droga. “Para nós o que foi novidade foi o modo da embalagem da droga. Ela foi fechada em um plástico a vácuo. O cheiro quase que desapareceu”, pontuou Alessandra Paraguassu.

Os 345 kg apreendidos da droga estão avaliados em cerca de R$ 50 milhões, segundo a corporação. As investigações correm em segredo de Justiça.

Fonte: G1

Facebook Comments