Situação caótica de Santa Ana del Yacuma, no Beni
Situação caótica de Santa Ana del Yacuma, no Beni
Situação caótica de Santa Ana del Yacuma, no Beni

O município de Santa Ana de Yacuma, do departamento de Beni, está totalmente isolado por chuvas e inundações. O Centro de Operações de Emergência (COE) anunciou a evacuação das famílias para lugares seguros.

De acordo com um relatório da rádio Moincho o Red Erbol, a cidade de Santa Ana del Yacuma está 100 por cento cercada  por água e as pessoas têm medo de que, a qualquer momento, as fazendas sejam completamente inundadas.

“Estamos completamente cercados por água, as pessoas, os alunos, todos trabalhando na estrada,” disse o jornalista da Agência de notícias Erbol.

Em Cochabamba,  as autoridades relataram que rios abaixo dos trópicos, verificou-se aumento de casos de dengue.

De acordo com o relatório, 44 comunidades foram inundadas e 1.200 famílias são afetadas,  80 por cento do gado estava perdido. No setor são dois helicópteros para ajudar.

“Estamos completamente isolados, a única maneira (de sair) é de helicóptero ou embarcações de navegação interior, vindo de Trinidad. O  aeroporto está alagado, estamos isolados, em 100 por cento estamos rodeados de água”, disse o jornalista.

Presidente Evo Morales chegou ontem, até a região do Beni para entregar um rebocador, três “plana”, para o gado sair da água. Também fornecido forragem para animais. O chefe de estado prometeu apoio aos habitantes do lugar.

O diretor do centro de operações de emergência (COE) de Beni, Luis Philip, informou que a situação em Santa Ana de el Yacuma é grave, anunciou que vai começar a evacuar as famílias.

“É o que me preocupa neste momento não é Trinidad, mas  Santa Ana de el Yacuma”, disse.  Em Riberalta, a situação é ainda em estado crítico, depois transbordando, mais de uma semana atrás, da oxidação de águas residuais.

O Ministro da Presidência Juan Ramon Quintana anunciou 1,8 toneladas de ajuda humanitária em um dos helicópteros MI-8 alugados pelo governo, a comunidade de Apere, Peru, onde se encontrou com os moradores para ouvir os problemas do sector pecuário.

“Nesta reunião pediram-nos medicamentos, chinelos, crianças pequenas (motores de popa), para evacuar o maioria gado que ainda sobrevive em algumas ilhas da Comunidade”, disse.

Quintana confirmou que as obras de comando conjunto interrompido, sobretudo na componente aéreo com avião da giratório – asa; UH – 1H (3), MI-8 (2), B3 (2) e um MI-17, transporte de alimentos, tendas, medicamentos e retorno movido a muitas pessoas.

Ameaça mortal

O serviço de Hidrografia Naval nacional advertiu sexta-feira, a chegada de um “golpe de água”, que irá afetar o município de Santa Ana de Yacuma e que poderia inundar de vez toda a cidade.

Após a análise e a constantes inundações do rio Mamoré e Ibare, rios Beni e Yacuma, o setor que monitora as chuvas disse que aquela chuva gravada por sete horas, no departamento de Beni levaram ao aumento no fluxo das águas.

Há temores de que o próximo sucesso da água dos rios Yacuma e Beni que viria nas próximas horas, afetam o município de Santa Ana de Yacuma, por isso é recomendado para locais autoridades tomar ações preventivas.

Santa Ana de Yacuma é relatado que as águas do Rio Yacuma subiram pelo menos 20 centímetros na circular, de acordo com a rede ATB.

Hidrologia naval declarada vermelhos alertas rios Beni, Ibare e Yacuma; como rios Madre de Dios e Orton fica em laranja e amarelo rios Itenez e Ichilo.

Último minuto de relatos da mídia local informou que, nos municípios de Santa Rosa del Yacuma, Rurrenabaque e San Borja, águas começaram a descer, que as autoridades municipais para reforçar o trabalho de prevenção estaria tomando vantagem da situação.

Fonte: +RO –  www.maisro.com  e Los Tiempos

Facebook Comments