CHEIA DO MADEIRA PODE COMPROMETER ELEIÇÕES EM RONDÔNIA

O desembargador Péricles Moreira Chagas, presidente do TRE-RO, foi até Brasília, no dia 12 de fevereiro de 2014, para tratar da cheia do rio Madeira.
No Congresso Nacional, o desembargador presidente esteve reunido com o senador Valdir Raupp (PMDB) a quem reportou a preocupação com o avanço das águas rumo ao prédio do TRE que fica na Rogério Weber, região já afetada pela enchente deste ano.
 “Nossos técnicos estão monitorando diariamente o nível do rio e ainda estamos dentro da margem de segurança, contudo caso o nível continue a subir na proporção dos últimos dias, em breve os acessos ao edifício sede do tribunal estarão submersos pela água”, explicou o presidente.
Como fruto da reunião, o senador Raupp, em discurso realizado no Plenário do Senado Federal, chamou a atenção dos parlamentares sobre a gravidade da matéria. O senador manifestou solidariedade às famílias atingidas em Porto Velho e apelou para a defesa civil nacional para que desloque técnicos para auxiliar a defesa civil local.
A convite do Presidente do TRE-RO, o encontro contou ainda com a participação do presidente da OAB seccional Rondônia, Andrey Cavalcanti.
No mesmo dia, no Supremo Tribunal Federal, o presidente do TRE-RO reuniu-se com o ministro Dias Toffoli, Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, para uma reunião de trabalho e aproveitou o ensejo para tratar do mesmo assunto.
Plano de contingência
Por determinação do desembargador, uma equipe do TRE-RO traçou um plano de contingência, o qual já foi submetido e aprovado pela presidência. O TRE-RO está envidando esforços para que não sejam interrompidos seus serviços essenciais, de modo que não haja qualquer prejuízo aos preparativos do pleito eleitoral 2014.
Com informações do TRE/RO
Facebook Comments